Filme Porto chegou à HBO Portugal

O filme, de Gabe Klinger, foi rodado no Porto.

- Publicidade -

“Jake e Mati são dois estrangeiros na cidade do Porto que tiveram uma breve, mas íntima relação. Permanece um mistério sobre os momentos que partilharam. Na busca alternada entre as recordações mais dolorosas e os momentos de maior felicidade, voltam a viver as profundezas de uma noite escondida pelas consequências do tempo”. Este é o mote para os subscritores da HBO Portugal que queiram assistir à longa-metragem Porto, o primeiro filme de distribuição internacional a ser rodado na cidade e que está agora disponível na plataforma de streaming.

Rodado em 2015, Porto, de Gabe Klinger, foi gravado em película de 35 milímetros e nomeado para 17 prémios em festivais de cinema internacionais e foi exibido em tantos outros de renome. A estreia em salas comerciais portuguesas aconteceu em 2017.

Do elenco de Porto, além de Lucie Lucas, faz também parte o russo Anton Yelchin, falecido num acidente poucas semanas depois de interpretar o coprotagonista da história.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

13,033FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
788SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Oficial: Novo filme de Dragon Ball Super nos cinemas em 2022

E depois disto, só falta mesmo o anime regressar ao pequeno ecrã.

Novo filme de Dragon Ball Super prestes a ser anunciado

Houve um leak acidental... do site oficial.

Há um novo restaurante McDonald’s na Ribeira do Porto

É a segunda abertura de um restaurante da marca em 2021.

Crítica – Wrath of Man

Wrath of Man não é um filme único, fascinante ou mesmo inovador, mas não deixa de ser uma das maiores e melhores surpresas do ano.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

30 dias com o Dyson Airwrap: Um caso de amor à primeira vista

É um produto caro, sem dúvida, mas o Dyson Airwrap não falha no seu propósito. E tudo o que faz, faz bem.

Oficial: Novo filme de Dragon Ball Super nos cinemas em 2022

E depois disto, só falta mesmo o anime regressar ao pequeno ecrã.

Análise – The Longing (Nintendo Switch)

Uma experiência única sobre a passagem do tempo e o nosso lugar enquanto jogadores.