Film Symphony Orchestra regressa a Portugal em maio de 2020

Foi na primavera deste ano que a Film Symphony Orchestra encheu os Coliseus de Lisboa e Porto com uma homenagem a John Williams. Pois bem, o sucesso foi tanto que a orquestra já tem datas para regressar ao nosso país.

- Publicidade -

Apontem na agenda: 16 de maio no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, e no dia seguinte no Coliseu Porto Ageas.

A Film Symphony Orchestra e o seu maestro Constantino Matrínez-Orts trarão na bagagem bandas sonoras de filmes como Os Vingadores: Endgame, Como Treinares o Teu Dragão, Aladdín, Piratas das Caraíbas, Mundo Jurássico, Interstellar e, para mais nostálgicos, temas de Willow – Na Terra da Magia, Regresso ao futuro, O Bom, o mau e o vilão e Amélie.

Os bilhetes para os espetáculos desta orquestra sinfónica, líder em Espanha da música de cinema, já estão à venda na Ticketline, BOL e locais habituais, variando entre os 25 e os 55€ para Lisboa e entre os 20 e os 50€ para o Porto.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Ouve aqui o tema principal de The Batman

Michael Giacchino revela ao mundo a sua versão do tema do Batman.

Os 50 melhores álbuns de 2021

Após um 2020 que obrigou todo o mundo a ficar por casa, tinha a esperança que isso trouxesse muita diversidade de álbuns de qualidade. A minha intuição estava correcta, de facto!

Música – Álbuns essenciais (outubro 2021)

Um mês de regressos surpreendentes e de estreias muito interessantes.

Lefty às direitas na apresentação de Andrómeda no Maus Hábitos

Uma banda para continuar a acompanhar e a valorizar.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Bird faz melhor que a Link e oferece viagens no dia de voto

São oferecidas duas viagens de 15 minutos cada.

Hotel Casino Chaves tem o único posto de carregamento ultra rápido universal de Trás-os-Montes

O Hotel Casino Chaves torna-se assim numa unidade mais completa com a parceria feita com a Power Dot Portugal.

Igreja de Bragança com estatuto de monumento foi vendida para pagar dívida a empreiteiro

A igreja foi a leilão como “espaço dedicado ao culto da religião católica”.