Fat White Family vêm dar dois concertos a Portugal

Não só vêm dar dois concertos, como é a estreia dos Fat White Family em nome próprio em Portugal. A banda, liderada por Saul Adamczewski e pelos irmãos Saoudi, lançou este ano o novo álbum Serfs Up!, adaptado de um clássico dos Beach Boys, e é precisamente esse trabalho que vêm cá apresentar.

Os concertos estão programados para o Hard Club, no Porto, no dia 4 de fevereiro de 2020, e para o Lisboa ao Vivo no dia seguinte.

Do novo trabalho da banda, que sucede a Champagne Holocaust (2013) e Songs for Our Mothers (2016), destaca-se o single “Tastes Good With The Money”. De resto, parece que os fãs têm vindo a adorar o novo registo dos Fat White Family.

Quanto aos concertos, estarão à venda a partir de amanhã aqui e nos locais habituais, a partir de 23€.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,564FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
611SeguidoresSeguir

Relacionados

Concertos dos Apocalyptica e Epica em Portugal reagendado para abril

Depois de terem reagendado a tour conjunta devido à pandemia, as bandas de metal Apocalyptica e Epica vão levar a The Epic Apocalipse Tour 2021 a palcos por toda a Europa já no próximo ano.

NOS Primavera Sound 2021. Cartaz deve ser apresentado na próxima terça-feira

Ao que tudo indica, ficaremos a conhecer o cartaz (ou parte dele) já a 16 de junho.

Concerto de 070 Shake em Lisboa foi cancelado

O concerto, que deveria acontecer este mês, fica assim sem efeito.

Yann Tiersen, Lionel Richie e Herbie Hancock reconfirmados no EDP Cool Jazz

São os três primeiros nomes garantidos para a edição do próximo ano.
- Publicidade -

Mais Recentes

Continente tem uma série de novidades na sua linha de gelados para este verão

A marca apresenta agora gelados de copo, mas também novos sabores em caixas com várias unidades.

Já existe uma máquina de produção 100% portuguesa de máscaras cirúrgicas

O projeto nasce de uma equipa de profissionais experientes em inovação e criação de materiais de segurança pública e hospitalar.

Crítica – Greyhound

Tecnicamente, Greyhound é ótimo, mas a história e desenvolvimento de personagens deixam francamente a desejar.