Facebook clarifica termos de utilização e política de dados

Para o Facebook, é importante mostrar aos utilizadores como funcionam os seus produtos, uma vez que só assim poderão tomar decisões informadas sobre a sua privacidade.

- Publicidade -

Nesse sentido, a maior rede social do planeta está a atualizar os seus termos de utilização, que incluem o seu compromisso para com todos os que usam a rede social. A política de dados está também a ser atualizada para que se possa compreender mais claramente que dados são recolhidos e como é que estes são utilizados no Facebook, Instagram, Messenger e outros produtos.

Estas atualizações têm como objetivo tornar tudo muito mais claro. O Facebook não está a pedir novos direitos de recolha, utilização e partilha e dados aos utilizadores, nem a alterar nenhuma das opções de privacidade feitas por estes até à data.

Eis alguns exemplos destas novas atualizações:

Novos recursos e ferramentas: O Facebook está a fornecer mais informação sobre recursos introduzidos recentemente. Desde a última atualização dos termos e política de dados, há três anos, que passou a ser possível comprar e vender no Marketplace, iniciar uma Angariação de Fundos por uma causa, partilhar vídeos Live e 360 e adicionar efeitos criativos a fotografias.

Experiência personalizada: A experiência de cada pessoa no Facebook é única e a rede social partilha agora mais informação sobre o seu funcionamento, explicando como é que utiliza os dados de cada um e porque é necessário fazê-lo para personalizar os posts e anúncios que cada pessoa vê, bem como os Grupos, amigos e Páginas que lhe são sugeridos.

Informação partilhada: O Facebook não vende os dados dos seus utilizadores a ninguém. A rede social é responsável por manter os dados seguros e protegidos e impõe restrições estritas na forma como os seus parceiros podem utilizar e divulgar os dados. Todas as circunstâncias de partilha de informação são explicadas e o compromisso para com os utilizadores está mais clarificado.

Publicidade: O utilizador controla os anúncios que vê e o Facebook não partilha informação com os anunciantes. A política de dados explica mais detalhadamente como é tomada a decisão de mostrar os anúncios e a quem.

Empresa única: O Facebook, o WhatsApp e o Oculus fazem parte da mesma empresa e é explicado como os serviços, infraestrutura e informação são partilhados. É agora também mais claro que o Facebook é a entidade corporativa que fornece os serviços de Messenger e Instagram, que a partir de agora utilizam a mesma política de dados. A experiência dos utilizadores não será alterada em nenhum destes produtos.

Informação dos dispositivos: Os utilizadores pediram para ter acesso a toda a informação que o Facebook recolhe dos dispositivos por eles utilizados, questionando se as configurações destes eram respeitadas (em suma: sim, são respeitadas). O Facebook acrescentou informação específica sobre os dados que recolhe quando são sincronizados os contactos de alguns dos seus produtos, incluindo o histórico de chamadas e sms.

Abordagem a comportamentos prejudiciais: O Facebook explica agora melhor como combate o abuso e investiga atividades suspeitas, fazendo-o inclusive através da análise do conteúdo partilhado pelos utilizadores.

Durante os próximos sete dias, os utilizadores poderão dar o seu feedback sobre os termos de utilização e política de dados. Uma vez finalizados, os documentos serão publicados e será pedido aos utilizadores que concordem com eles no Facebook, juntamente com informação sobre as opções que têm sobre a sua privacidade.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Facebook passa a permitir publicações anónimas nos grupos

A funcionalidade de publicação anónima permite às pessoas publicarem nos grupos, mas sem que tenham de partilhar publicamente os seus nomes.

Acontece este mês o primeiro evento online pago no Facebook em Portugal

Os Eventos Online Pagos do Facebook são uma nova forma de as páginas ganharem dinheiro com eventos online naquela rede social.

Facebook vai restringir o alcance de grupos que violam as regras

Será desta que vamos deixar de ver os famosos diretos de venda de roupa e outros produtos?
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Há novas lojas Meu Super em Rio de Mouro e Alcochete

Em 10 anos, o Meu Super abriu cerca de 300 lojas em todo o país, com uma área total de venda 50 mil m2 e criou 1500 postos de trabalho.

Nova funcionalidade da Bolt impede uso de trotinetes e bicicletas sob efeito de álcool

A nova funcionalidade tem como objetivo promover viagens mais seguras para os utilizadores e para os restantes ocupantes da via pública.