Facebook clarifica termos de utilização e política de dados

- Publicidade -

Para o Facebook, é importante mostrar aos utilizadores como funcionam os seus produtos, uma vez que só assim poderão tomar decisões informadas sobre a sua privacidade.

Nesse sentido, a maior rede social do planeta está a atualizar os seus termos de utilização, que incluem o seu compromisso para com todos os que usam a rede social. A política de dados está também a ser atualizada para que se possa compreender mais claramente que dados são recolhidos e como é que estes são utilizados no Facebook, Instagram, Messenger e outros produtos.

Estas atualizações têm como objetivo tornar tudo muito mais claro. O Facebook não está a pedir novos direitos de recolha, utilização e partilha e dados aos utilizadores, nem a alterar nenhuma das opções de privacidade feitas por estes até à data.

Eis alguns exemplos destas novas atualizações:

Novos recursos e ferramentas: O Facebook está a fornecer mais informação sobre recursos introduzidos recentemente. Desde a última atualização dos termos e política de dados, há três anos, que passou a ser possível comprar e vender no Marketplace, iniciar uma Angariação de Fundos por uma causa, partilhar vídeos Live e 360 e adicionar efeitos criativos a fotografias.

Experiência personalizada: A experiência de cada pessoa no Facebook é única e a rede social partilha agora mais informação sobre o seu funcionamento, explicando como é que utiliza os dados de cada um e porque é necessário fazê-lo para personalizar os posts e anúncios que cada pessoa vê, bem como os Grupos, amigos e Páginas que lhe são sugeridos.

Informação partilhada: O Facebook não vende os dados dos seus utilizadores a ninguém. A rede social é responsável por manter os dados seguros e protegidos e impõe restrições estritas na forma como os seus parceiros podem utilizar e divulgar os dados. Todas as circunstâncias de partilha de informação são explicadas e o compromisso para com os utilizadores está mais clarificado.

Publicidade: O utilizador controla os anúncios que vê e o Facebook não partilha informação com os anunciantes. A política de dados explica mais detalhadamente como é tomada a decisão de mostrar os anúncios e a quem.

Empresa única: O Facebook, o WhatsApp e o Oculus fazem parte da mesma empresa e é explicado como os serviços, infraestrutura e informação são partilhados. É agora também mais claro que o Facebook é a entidade corporativa que fornece os serviços de Messenger e Instagram, que a partir de agora utilizam a mesma política de dados. A experiência dos utilizadores não será alterada em nenhum destes produtos.

Informação dos dispositivos: Os utilizadores pediram para ter acesso a toda a informação que o Facebook recolhe dos dispositivos por eles utilizados, questionando se as configurações destes eram respeitadas (em suma: sim, são respeitadas). O Facebook acrescentou informação específica sobre os dados que recolhe quando são sincronizados os contactos de alguns dos seus produtos, incluindo o histórico de chamadas e sms.

Abordagem a comportamentos prejudiciais: O Facebook explica agora melhor como combate o abuso e investiga atividades suspeitas, fazendo-o inclusive através da análise do conteúdo partilhado pelos utilizadores.

Durante os próximos sete dias, os utilizadores poderão dar o seu feedback sobre os termos de utilização e política de dados. Uma vez finalizados, os documentos serão publicados e será pedido aos utilizadores que concordem com eles no Facebook, juntamente com informação sobre as opções que têm sobre a sua privacidade.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

O Facebook vai ficar mais parecido com o TikTok. E isso não é propriamente bom

Afinal de contas, hoje em dia cada rede social acaba por ter o seu propósito.

Facebook vai descontinuar algumas funcionalidades no final deste mês

Já se usaram bastante, mas hoje em dia nem por isso.

Há cada vez mais burlas com lojas no Facebook e Instagram

Entre janeiro e março, o número de queixas disparou 325% face a 2021.

Facebook passa a permitir publicações anónimas nos grupos

A funcionalidade de publicação anónima permite às pessoas publicarem nos grupos, mas sem que tenham de partilhar publicamente os seus nomes.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Chuva de reclamações tapa o Sol da Caparica. Afinal, o que se passou?

Mas as palavras de desagrado do público parecem não ter surtido qualquer efeito junto dos promotores.

Está aberta a Época de Casamentos no Disney+

A primeira série original do Reino Unido para a plataforma de streaming chega dia 8 de setembro.