Engenheiros e médicos portugueses desenvolveram um ventilador com um balão autoinsuflável

- Publicidade -

Chama-se PNEUMA e é um ventilador de pandemia com um balão autoinsuflável, de baixo custo e fácil montagem, desenvolvido para apoiar os hospitais portugueses no âmbito do novo coronavírus.

Este ventilador, criado por uma equipa de engenheiros e médicos, liderada pelo Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), tem o objetivo de possibilitar a libertação dos ventiladores convencionais para casos mais graves, oferecendo apoio em hospitais de segunda e terceira linha a doentes que aguardam transferência para hospitais centrais.

ventilador

O dispositivo, inspirado num trabalho original da Universidade de Rice (EUA), é um sistema de compressão e descompressão automática de balão autoinsuflável que mimetiza a utilização manual do balão. Assemelha-se a um ventilador de emergência e transporte e pode ser utilizado sem acesso à rede de energia elétrica.

O melhor de tudo é que a tecnologia aqui usada pode também ser utilizada para ventilação invasiva transitória, em doentes com insuficiência respiratória que exija controlo de volume e frequência respiratória.

Quer isto dizer que, em caso extremo de falta absoluta de ventiladores, o PNEUMA é uma alternativa válida.

Os protótipos produzidos até ao momento seguem as recomendações divulgadas pela Organização Mundial de Saúde e pela agência regulamentar para o medicamento e produtos de saúde do Reino Unido (MHRA).

Podem consultar mais informações sobre o projeto aqui.

Fonte:INESC TEC
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Portugueses desenvolveram tecnologia para exploração autónoma das profundezas do oceano

Algo que vai ajudar a reduzir os custos e a ter acesso a novos dados muito mais rapidamente.

Huawei quer voltar a ser líder no segmento dos smartphones em Portugal

Mas sem os Google Mobile Services vai ser complicado.

Análise – Razer Anzu

Os Razer Anzu são uma aposta no útil e agradável, que se distancia do mundo do gaming, com algo que pode ser uma bela ferramenta de comunicação dentro e fora de casa.

Xiaomi Mi 11 não vai trazer carregador

Está para começar uma nova era no mundo dos smartphones.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Balada para Sophie, banda desenhada portuguesa, vai ser adaptada a série pela Universal

IDW anunciou a adaptação de cinco títulos de banda desenhada para várias plataformas, e uma é da autoria do português Filipe Melo.

Concerto dos Backstreet Boys em Lisboa está esgotado

Agora só mesmo através de um passatempo... ou mercado em segunda mão.