EMEL suspende pagamentos até final de fevereiro

Contudo, os fiscais da EMEL vão continuar a fiscalizar o estacionamento no passeio ou na passadeira.

estacionamento
- Publicidade -

De modo a que as pessoas não tenham que contactar com parquímetros e equipamentos, possíveis focos de contágio de covid-19, embora exista sempre a app oficial, eis que a Câmara Municipal de Lisboa acaba de suspender o pagamento do estacionamento na via pública à EMEL.

Esta medida entra em vigor amanhã, dia 25 de janeiro, e estará em funcionamento até 28 de fevereiro.

Assim, os residentes com dístico podem passar a estacionar gratuitamente em qualquer parque da EMEL. E todos os dísticos de residentes ou comerciantes ativos até 15 de janeiro, e que entretanto caducavam, veem a sua data de validade prolongada até ao dia 31 de março de 2021.

Mas atenção. Os fiscais da EMEL vão continuar a salvaguardar a qualidade do espaço público e a mobilidade dos peões, fiscalizando o cumprimento do código da estrada, nomeadamente no que diz respeito ao estacionamento no passeio ou na passadeira.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Afinal, os pagamentos à EMEL estarão suspensos enquanto existir confinamento

Quer isto dizer que a suspensão atualmente em vigor não terminará, como previsto, no final de fevereiro.

Iberdrola vai instalar 336 postos de carregamento em Lisboa

Mais especificamente em parques de estacionamento da EMEL.

EMEL vai ter um sistema de monitorização de lugares de estacionamento de cargas e descargas

Para 650 lugares de estacionamento na via pública, reservados a operações de cargas e descargas, na zona compreendida entre a Baixa Lisboeta e o Campo Grande.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes