Eco Festival Azores Burning Summer regressa a Porto Formoso este mês

- Publicidade -

O Eco Festival Azores Burning Summer não é um festival para massas, mas sim, um evento de acesso equilibrado, seguro e confortável.

Promove uma programação musical de qualidade e integrada no contexto natural da Praia dos Moinhos, a par de uma forte sensibilização ambiental. Assim é o Eco Festival Azores Burning Summer, que regressa de 25 a 28 de agosto à Praia dos Moinhos, em Porto Formoso, na ilha de São Miguel, nos Açores.

O evento caracteriza-se como um laboratório sócio-ambiental, onde o público tem acesso a um conjunto de práticas que visam o desenvolvimento de uma consciência ecológica colectiva com vista à mudança de comportamentos para um modo de vida mais sustentável. Esta estratégia materializa-se não só através das medidas ecológicas introduzidas, testadas e promovidas no evento, mas também por uma programação ecológica que engloba os debates Eco Talks, a exposição de veículos elétricos, a feira de ecodesign Burning Market, projectos de Land Art e o ciclo de Cinema ao ar livre.

A prudência relativamente à realização de eventos culturais com público no atual contexto e a escassez de financiamento obrigam a que a edição de 2021 mantenha um formato restrito e circunscrito à Praia dos Moinhos. A edição de 2021 repete o modelo implementado em 2020, em que o evento decorreu apenas no recinto da esplanada do bar da Praia dos Moinhos, seguindo todas as regras determinadas pela Autoridade de Saúde Regional.

Para a edição de 2021, a organização do festival estabeleceu uma programação diurna, entre as 16h e as 20h, em pleno período balnear, acessível a quem frequentar a Praia dos Moinhos nos dias do evento e uma programação noturna, entre as 20h e as 00h. Todas as performances decorrem sobre o palco montado na esplanada do bar da Praia dos Moinhos.

Durante quatro dias, vários artistas internacionais, regionais e nacionais irão subir ao palco montado na esplanada do bar da Praia dos Moinhos. A edição de 2021 destaca a presença dos Djs anfitriões do festival, a actuação de duas bandas nacionais, a parceria estabelecida com o Festival Internacional de Cinema de Direitos Humanos – NOMA Azores – e o projecto MOINHOS REVIVAL que pretende resgatar a ligação afetiva entre o público e a Praia dos Moinhos através de diversos projetos, entre os quais a instalação da Barraca Pereira e o concerto de covers que irá reunir diversos artistas locais.

Há concertos de We Sea, Eu.Clides e de White Haus, bem como DJ sets de Um Gajo Chamado Keany, Myke Lone, John Stapleton e Adrian Sherwood, entre outros.

- Publicidade -
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Taco Bell perto de abrir uma loja nos Açores

Depois da Madeira, eis que a marca vai chegar a outra ilha.

A partir de 2023, quem visitar os Açores terá de pagar taxa turística

Esta taxa existirá em duas modalidades: taxa de dormida e taxa de chegada por via marítima. Porém, se acumuladas, apenas uma das taxas será cobrada.

Atlânticoline inaugura nova linha sazonal para transporte marítimo de passageiros nos Açores

Todos os horários podem ser consultados no site da empresa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Vila Galé em Tomar deverá estar pronto até novembro de 2023

E será uma unidade hoteleira de cinco estrelas.

Arcade Fire no Campo Pequeno – A música vence sempre?

A banda canadiana recordou-nos que é obreira de alguma da melhor música das últimas duas décadas. O resto? Pois, o resto logo se verá.