Disney prepara nova adaptação de Eragon

- Publicidade -

Depois do fraco filme de 2006, os fãs poderão ver uma série em live-action.

Depois de Percy Jackson, agora é Eragon, primeiro livro da saga fantástica Ciclo da Herança, escrita por Christopher Paolini, a ser ressuscitado e trazido novamente aos ecrãs pela Disney. Quem o diz é o site Variety, que revela que a casa do Rato Mickey está a produzir uma série live-action baseada na saga literária para jovens adultos, para o Disney+.

De acordo com algumas fontes, Christopher Paolini servirá como co-escritor da série. Bert Salke, que também estará a cargo da produção da série de Percy Jackson, irá produzir sob a marca Co-Lab 21, em conjunto com a 20th Television. Salke está atualmente sob um acordo global com a Disney Television Studios, da qual a 20th Television faz parte.

Depois do filme de 2006 que pouco agradou os fãs e que não teve qualquer continuação, a Disney terá agora a hipótese de oferecer ao público uma adaptação perfeita da saga, começando por Eragon. Ainda não há previsão de estreia ou sequer do início das gravações.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Os episódios de Moon Knight escondem bandas desenhadas gratuitas

Easter Eggs tão perto da Páscoa como estes são deliciosos.

Jungle Cruise ganha sequela

E os protagonistas estarão de volta. Estreou nos cinemas portugueses a 29 de julho e, no dia seguinte, chegou ao...

Turning Red, o novo filme original da Pixar, recebe um primeiro trailer adorável

A Disney e a Pixar podem ter uma nova mascote com o Panda Vermelho de Turning Red.

Chegou o Star. Há mais filmes e séries para ver no Disney+

O catálogo será atualizado regularmente.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Gelatieiri. A nova gelateria de Vila Real de Santo António tem gelados bem cremosos

E faz-nos lembrar vagamente a La Romana, que fomos experimentar recentemente em Lisboa.

Chuva de reclamações tapa o Sol da Caparica. Afinal, o que se passou?

Mas as palavras de desagrado do público parecem não ter surtido qualquer efeito junto dos promotores.