fbpx

Diogo Piçarra desiste do Festival da Canção

Tudo começou após o artista português ter interpretado a sua música “Canção do Fim”, a melhor pontuada entre o júri e o público, na segunda semifinal do Festival da Canção. Diogo Piçarra ficou em primeiro lugar nessa noite e seguiu, naturalmente, para a semifinal. Mas depois a polémica estalou.

Horas depois da interpretação do tema, surgiram na Internet acusações de plágio, nomeadamente porque o tema foi comparado a uma canção religiosa gravada e editada pela Igreja Cristã Nova Vida, de seu nome “Abre Os Meus Olhos”. Na verdade, nem esta música é a original. A verdadeiramente original chama-se “Open Your Eyes” e é uma canção gospel do norte-americano Bob Cull, que teve depois uma segunda versão interpretada pelo grupo religioso Maranatha Singers. Mais tarde surgiria então a tal versão brasileira pela mão de Walter McAlister.

Confrontando com o possível plágio, Piçarra começou por escrever na sua página de Facebook que estava de consciência tranquila.

“A minha consciência está tranquila na medida em que eu próprio sou quem está mais surpreendido no meio disto tudo: nasci em 1990, não sou crente nem religioso, e agora descobrir que uma música evangélica de 1979 da Igreja Universal do Reino de Deus se assemelha a algo que tu criaste, é algo espantoso e no mínimo irónico. Desconhecia por completo o tema e continuarei a defender a minha música por acreditar que foi criada sem segundas intenções. as melodias na música não são ilimitadas. Nunca participaria num concurso nacional com a consciência de que estava a plagiar uma música da Igreja Universal. Teria agarrado na guitarra e feito outra coisa qualquer”.

O jovem cantor revelou ainda que a canção surgiu em 2016, juntamente com muitas outras do meu mais recente disco do=s. Porém, confrontado com as continuas acusações, o artista acabou mesmo por anunciar a sua desistência do festival.

“A minha posição mantém-se em relação à minha música, a consciência tranquila e cabeça erguida. Mas não pretendo alimentar mais esta nuvem. Tudo isto que se criou em torno da minha participação, já não é Música.”, pode ler-se no comunicado publicado na página de Facebook do cantor.

Entretanto, também a RTP reagiu à decisão do músico. Em comunicado, a estação realça que “compreende e respeita a decisão do compositor e intérprete Diogo Piçarra de retirar “Canção do Fim” do Festival da Canção 2018. Independentemente dos argumentos e questões colocadas sobre o tema, a RTP não duvidou em momento nenhum da integridade do artista, cuja carreira já fala por si”.

Com uma vaga por preencher, foi também anunciado que, no lugar de “Canção do Fim”, estará o tema “Mensageira”, composto por Aline Frazão e interpretado por Susana Travassos. O tema assume o número 760 100 802 (sorteado para Diogo Piçarra), com a contagem a iniciar-se do zero a partir de agora.

Recorde-se que a grande final da 50ª edição do Festival da Canção vai decorrer dia 4 de março, no Multiusos de Guimarães, e terá apresentação a cargo de Filomena Cautela e Pedro Fernandes.


 

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,783FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Festival Gastronomia de Bordo acontece em Peniche já em outubro

Este ano, o festival Gastronomia de Bordo em Peniche adaptou-se às novas circunstâncias e fica circunscrito à experimentação dos pratos em apenas alguns restaurantes.

Clã, David Fonseca e Lena D’Água vão atuar no FNAC Live Box Edition

A entrada, como é habitual neste festival da FNAC, é gratuita.
- Publicidade -

Mais Recentes