Volbeat regressam a Portugal e trazem consigo os Baroness e Danko Jones

Foi em 2010 que os multiplatinados roqueiros dinamarqueses Volbeat estiveram em Portugal, na altura a fazerem a primeira parte do concerto dos Metallica. Regressam agora, nove anos depois, a 10 de outubro, no Coliseu de Lisboa, num panorama totalmente diferente: será a estreia em nome próprio por cá numa noite em que são cabeças de cartaz, fazendo-se acompanhar dos Baroness e Danko Jones como bandas suporte.

- Publicidade -

O mote da vinda dos Volbeat a Portugal está relacionado com a digressão mundial de promoção ao seu novo álbum, intitulado Rewind, Replay, Rebound, que será editado no próximo dia 2 de agosto via Vertigo Records.

Novo álbum dos Volbeat já em pré-venda

Para o novo álbum, o quarteto formado por Michael Poulsen (voz e guitarra), Rob Caggiano (guitarra), Kaspar Boye Larsen (baixo) e Jon Larsen (bateria) construiu em cima do seu singular rock’n’roll, injetado de psychobilly e punk, o som por que são conhecidos, enquanto buscam novas cúpulas criativas. Rewind, Replay, Rebound está disponível para pré-venda em todos os formatos, incluindo uma edição de 2 CDs deluxe, uma edição especial, caixa de edição de luxo e vinil colorido transparente e azul, limitado a 1.000 cópias cada.

Quanto aos bilhetes, custam 28€ e vão estar disponíveis para venda a partir de 24 de maio.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,383FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Trivium regressam a Portugal em 2021

Será que vão ter novamente o cantor Toy como convidado especial?

Ghostemane regressa a Portugal em novembro de 2021

Ainda este ano, antes da pandemia, Ghostemane deu espetáculos em Portugal.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Clientes Revolut já podem aceder às suas contas através do PC

Está agora disponível uma web app online para clientes.

Behemoth e Arch Enemy dão concertos em Portugal em outubro do próximo ano

Duas das mais aplaudidas bandas do metal extremo contemporâneo: de um lado, um grupo clássico do death metal; do outro, um dos projetos emergentes mais interessantes dos últimos anos.