11 dicas para cuidar dos animais de estimação dentro e fora de casa

É de extrema importância que se explique a todos os que têm animais de estimação em casa, também eles de quarentena, algumas dicas de forma a que esta convivência seja a mais adequada para ambos, tutores e animais.

- Publicidade -

A verdade é que 54% dos lares portugueses possuem pelo menos um animal de estimação. Segundo Gonçalo da Graça Pereira, Veterinário Especialista Europeu em Comportamento Animal, há certos comportamentos que, se forem adequados à situação que todos estamos a viver, podem evitar problemas quando voltarmos à normalidade.

animais abandonados

Dicas para cuidar dos animais de estimação dentro de casa

  • Importa manter as rotinas diárias, dentro do possível, para que quando tudo volte à normalidade não existam alterações no comportamento dos nossos animais. Principalmente se forem animais mais idosos, que se podem desorientar com uma maior facilidade com a alteração de rotina/hábitos. Nestes casos, manter a rotina torna-se ainda mais importante;
  • No caso dos cães, animais cuja sociedade se baseia nos vínculos com os outros, é importante garantir que eles mantêm a independência que tinham antes. Por isso, é preciso que eles tenham momentos no seu dia-a-dia em que estejam sozinhos. Isto não significa pô-los à parte, significa que eles tenham uma zona da casa onde têm brinquedos, onde, por exemplo, escondemos biscoitos para procurarem;
  • Devemos fomentar todo o tipo de brincadeira e aqui as crianças podem ser uma ajuda. Todo o tipo de jogos e interações são bem aceites, sobretudo os de exploração e os que envolvem o olfato. Um exemplo de uma brincadeira muito simples é colocar dentro de uma caixa de ovos de cartão alguns pedaços de maçã de forma a que o cão tenha de roer a caixa para chegar ao prémio, a maçã;
  • No caso dos gatos, não há nada melhor do que uma caixa de cartão para os entreter;
  • Ainda no que diz respeito aos gatos, nunca nos podemos esquecer de respeitar a sua natureza. Isto significa, sobretudo quando há crianças em casa, que os gatos que estão habituados a estar sozinhos em casa consigam manter este hábito.

Dicas para cuidar dos animais de estimação fora de casa

  • Infelizmente, as regras do Estado de Emergência não se aplicam apenas às pessoas, mas também aos amigos de quatro patas. Neste sentido, os passeios devem ser curtos, o que não quer dizer que tenham de ser aborrecidos;
  • Os cães têm de andar sempre de trela e nunca soltos, e as trelas devem ter no mínimo dois metros para que o cão possa ter alguma liberdade de movimento;
  • Para tornar estes passeios mais divertidos, devemos deixá-los usar o olfato, um dos sentidos que os cães mais gostam de usar, tornando assim estes passeios que, embora curtos, possam ser interativos;
  • Devemos evitar que se aproximem de outros cães e de pessoas, pois não sendo transmissível, podem ser transportadores do vírus. Temos de perceber que o pêlo é a roupa do cão e as patas os seus sapatos;
  • Para que os nossos amigos de quatro patas que tanto gostam de receber festas consigam fazer os seus passeios sem aproximação a pessoas ou cães, o tutor deve tentar sempre que o cão só preste atenção ao seu tutor e, premiá-lo com um prémio, por exemplo, uma guloseima;
  • Se forem os primeiros passeios do patudo, sendo a socialização deveras importante, deverá ser mantida e apresentando estímulos novos, mas mantida a distância de segurança e, para que haja uma associação positiva, premiá-lo com festas e biscoitos.

Tanto dentro como fora de casa, se existirem este tipo de cuidados, poderá significar evitar problemas futuros quando tudo voltar à normalidade.

No entanto, se os tutores tiverem dúvidas ou precisem de ajuda para alguma situação específica, o ideal é que consultem um especialista em comportamento animal que permita antecipar potenciais doenças comportamentais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Oito dicas para proteger a nossa casa do frio e do mau tempo

São sugestões da Zurich Portugal que não só ajudam a garantir um maior conforto da família em casa, mas também a prevenir possíveis danos na habitação, equipamentos e mobiliário.

E porque não aproveitar a quarentena para melhorar a caligrafia?

O Estado de Emergência obrigou-nos a fazer uma pausa no ritmo frenético do estilo de vida habitual. E isto significa que, de momento, surgiram boas oportunidades para iniciar atividades ou hobbies que, até agora, se encontravam por explorar por falta de tempo.

10 dicas para utilizar em apps de socialização

É importante ter em conta que nada é 100% seguro.

Keep Safe, Keep cooking. Chef Rui Rebelo ensina-nos a cozinhar durante a quarentena

Responsável pelos restaurantes Oficina Craft Snackery e Oficina do Duque, o chef Rui Rebelo é daqueles que não ficar parado sem magicar alguma coisa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

La Picanha ganha novo espaço em Setúbal já em maio

Vai ter uma mega esplanada, o que é ótimo tendo em conta a pandemia.

Fórmula 1 – Grande Prémio de Emilia Romagna com emoção até à última volta

Depois de 15 dias de pausa, a prova rainha do desporto automóvel está de regresso para o Grande Prémio de Emilia Romagna, em Itália.

Análise – Creative Stage V2

Uma barra de som com um subwoffer dedicado que, em conjunto, podem fazer maravilhas para quem tem televisores mais antigos.