fbpx

Cutelaria – Uma verdadeira ode à carne

“Bem-vindo à Cutelaria. Está prestes a iniciar uma viagem pelo Hemisfério Sul. Dentro de momentos, vai degustar uma seleção de carnes preparada pela nossa equipa que representam os melhores sabores do sul.”

Este é um excerto do que se pode ler numa das páginas do menu da Cutelaria, a nova steakhouse na zona da Damaia, no distrito de Lisboa. E é com esta introdução que começa a nova viagem pelo mundo das carnes.

A Cutelaria abriu no passado dia 10 de dezembro na Avenida Manuel Cabanas, num local onde anteriormente funcionava um restaurante chinês. Com o espaço ao abandono, os proprietários viram uma oportunidade de negócio e colocaram mãos à obra. Foi tudo remodelado, à exceção do balcão central do restaurante, onde, de resto, funciona a secção buffet do restaurante. Já lá vamos.

Aqui há carne maturada, há bifes grelhados com várias opções de molhos, picanha à discrição, entre outras maravilhas. É mesmo um paraíso para os amantes de carne.

Apesar de ser um espaço muito recente, o que significa que ainda tem de ser descoberto por muita gente, rapidamente ficou lotado. No nosso caso, quando chegámos (eram 13h), ainda sobravam várias mesas vazias, mas bastaram alguns minutos até a Cutelaria ficar cheia de clientes. E ainda bem.

As carnes têm a máxima qualidade e são provenientes de três locais: Açores, Brasil e Argentina. Depois, basta prepará-las com cuidado e paixão para que cheguem no ponto aos clientes, sendo precisamente isso que acontece aqui.

Começámos a nossa viagem ao dividir um Carpaccio de Carne (7,25€), bem acompanhado por queijo, rúcula, azeite e tomate seco. Existiam também opções como Cogumelos Gratinados ou Favadinha, mas optámos por pedir somente uma entrada para não ficarmos logo de estômago cheio. E foi uma escolha acertada.

Logo de seguida, uma fabulosa Sangria de Espumante com Frutos Vermelhos acabada de terminar à nossa frente com vinho branco Fiuza, já depois das devidas misturas iniciais terem sido feitas no bar. E estava ótima, tanto que serviu na perfeição para o resto dos pratos que nos chegou.

[photonic type=’google’ view=’photos’ album_id=’AIlW2TX2oBWVeaKSEF2sYv4fdN4k52gYGiiKOWaMgnggiEHcT5vtPlA’ main_size=’1600′ layout=’random’]

O menu da Cutelaria não é muito extenso e, na nossa opinião, ainda bem. Permite que a cozinha se concentre numa série de pratos que se tornam em verdadeiras homenagens à arte de bem comer. Apesar de existirem opções tão apetecíveis como um Chuleton de 700gr ou um Tomahawk de 1kg (ambos para partilhar), ou até mesmo Entrecôte de 180gr, acabámos por ir para algo mais “tradicional”: Vazia Charolesa de 250gr (14,95€) e um T-Bone de 450gr (35,75€). Ambos vieram acompanhados por batata frita, dando ainda acesso ao buffet (Arroz, Feijão, Batata de Forno e Salada).

Começando pela Vazia Charolesa, não se podia esperar menos: carne de imensa qualidade, com pouca gordura e super saborosa. Claro, destacou-se o incrível T-Bone. Este é uma carne que tem mesmo que ser pedida mal passada, isto é, para vir no ponto, de forma a não perder a suculência e maciez. 450 gramas de carne até pode parecer muito, mas ainda bem que este não é um prato para dividir, pois se forem alguém com muito apetite, vão dar conta do recado num instante. E muito provavelmente pedir outro T-Bone porque não vão conseguir resistir à qualidade apresentada.

A acompanhar as carnes vieram os molhos que são servidos com outras opções do menu: molho à Portuguesa (o típico), molho de Natas e Cogumelos (o clássico) e molho à Marrare (o icónico).

Antes de terminar uma refeição neste paraíso das carnes, fechámos a loja com duas sobremesas: Cheesecake e Mousse de Oreo. Ambas com um preço bem justo (2,80€), acabam por ser das opções que menos se destacam no menu da Cutelaria. Não foi o melhor cheesecake que já comemos, mas também não estava nada mau; já a Mousse de Oreo acabou por sagrar-se vencedora neste duelo.

No fim de tudo, a Cutelaria é, sem dúvida alguma, um espaço que se recomenda e que vai vingar no mercado. Não só porque as carnes são ótimas, como o preço é bastante justo comparativamente a outras steakhouses espalhadas pelo país. Além disso, contam com um bom atendimento, onde tudo é feito de forma profissional e rápida. A repetir rapidamente!

Cutelaria Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Capitão Fausto com a Orquestra das Beiras no Campo Pequeno (Reportagem)

Os anfitriões da noite tiveram a seu lado a Orquestra Filarmónica das Beiras, assinando ambos um concerto (que foi filmado) recheado de bons momentos para destacar.

Milky Chance no LxFactory – Uma noite de verão

Poderia muito bem ser um concerto no meio do deserto, com cactos à volta, um areal quente e o barulho das cigarras a enfeitar a voz rouca de Clemens Rehbein, o vocalista da banda alemã Milky Chance, mas o espaço do LxFactory, em Lisboa, preencheu, e bem, o propósito.

Tindersticks na Aula Magna – O encantamento da força tranquila

Os Tindersticks continuam deliciosamente imemoriais, sem ligar a modas ou pressões externas, nem precisam de se dedicar a espetáculos de recordar é viver. Bastam serem eles próprios.

Devendra Banhart no Hard Club – Intimismo e irreverência no regresso ao Porto

Devendra Banhart regressou no passado sábado, dia 15 de fevereiro, ao Porto, sete anos após ter atuado na Casa da Música para o primeiro de três concertos esgotados (viria a atuar em dose dupla em Lisboa no domingo e segunda-feira).
- Publicidade -

Mais Recentes