Afinal, como é que funciona o news feed do Facebook?

- Publicidade -

A rede social mais famosa do planeta acaba de publicar dois novos artigos sobre este tema.

news feed do Facebook

Servem não só para para esclarecer algumas dúvidas e mitos que existem, mas também para dar uma explicação mais aprofundada sobre os modelos machine learning (ML) que estão na base do news feed e nas classificações de conteúdo em tempo real, que define a relevância do conteúdo para cada utilizador.

Se o primeiro artigo dá uma perspetiva geral de como funcionam as classificações – link aqui -, o segundo é mais técnico, tratando dos sistemas de aprendizagem multitask e offline – link aqui.

Em todo o caso, pode-se constatar o seguinte:

  • O sistema de classificação/ranking do news feed não é um algoritmo único; são várias camadas de modelos de ML que são aplicados para prever o conteúdo mais relevante e significativo para cada utilizador. Como se define o que é mais relevante? Uma das formas é perguntar. O Facebook pergunta constantemente aos utilizadores se consideram que o conteúdo ou uma interação em específico é relevante para eles.
  • O primeiro passo é o sistema de classificação/ranking reunir todas as publicações possíveis para mostrar a alguém em específico, incluindo conteúdos partilhados por amigos, Grupos ou Páginas, desde que fez o último login no Facebook.
  • Em seguida, o sistema dá uma pontuação a cada conteúdo, baseado numa série de fatores, por exemplo, se é relevante para o utilizador; quem fez o conteúdo; e se esse conteúdo corresponde a quem o utilizador normalmente interage. Estes processos de integridade (integrity process) são aplicados a todas as publicações do Facebook.
  • Depois, outro modelo restringe o grupo de candidatos às publicações mais relevantes, sendo que quantas menos publicações forem analisadas, mas poderosa é a ferramenta de modelo neural network.
  • Por fim, faz-se a classificação/ranking principal, em que todos os conteúdos recebem uma pontuação e ordenam-se as publicações pela respectiva pontuação. O último passo é a contextual pass, que é uma contextualização do conteúdo através de ferramentas específicas para contextualizar, que garantem que o news feed tem um balanço interessante de temas diferentes.

É de assinalar que todas estas etapas acima descritas acontecem em tempo real e no mesmo tempo que demora alguém a abrir o Facebook, ou seja, quando alguém abre a aplicação do Facebook existe um trabalho imediato de classificação e distribuição de conteúdo para cada pessoa.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes