Combate à evasão e fraude fiscal na Internet vai apertar em 2023

Tudo para que os vendedores em plataformas digitais paguem a sua quota-parte justa de impostos.

evasão e fraude fiscal
- Publicidade -

Ainda falta algum tempo, é certo, mas vai mesmo avançar. As autoridades tributárias da União Europeia (EU) vão, a partir de 2023, trocar informações sobre os rendimentos obtidos em vendas nas plataformas online, para combater a evasão e a fraude fiscal na Internet.

O Conselho de Assuntos Económicos e Financeiros (Ecofin) apoia as alterações propostas pelo Conselho da UE à diretiva relativa à cooperação administrativa no domínio da fiscalidade, ao abrigo da qual, a partir de 2023, as autoridades tributárias dos Estados-Membros irão trocar automaticamente informações sobre os rendimentos obtidos pelos vendedores em plataformas digitais.

O objetivo é prevenir a evasão e fraude fiscais e reforçar a justiça fiscal.

As novas regras de cooperação administrativa irão dar aos Estados-membros ferramentas importantes para assegurar que os vendedores em plataformas digitais paguem a sua quota-parte justa de impostos.

O termo “plataformas digitais” é muito ambíguo neste caso, mas é de crer que tal regra somente se aplique a quem tem uma loja registada e vende produtos pela Internet para fugir aos impostos e não cumprir com as suas obrigações fiscais. Ou seja, espera-se que não afete particulares que vendem produtos em segunda mão em sites de classificados como o OLX ou CustoJusto.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Miniso abre segunda loja em Portugal, desta vez na Póvoa de Varzim

Esta é somente o segundo espaço de um total de 20 que a marca quer abrir no país.

Ghost of Tsushima: Legends recebe versão em separado e um novo modo de jogo

As Lendas do mundo de Ghost of Tsushima partem numa viagem a solo.

Batarda’s. O novo spot de Cascais tem brunchs, pizzas e bolos, tudo sem glúten

Há também opções para vegetarianos, vegan e intolerantes à lactose.