Clientes CGD passam a pagar taxas por transferências MB Way

Chegou a hora em que muitos clientes Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão deixar de utilizar o MB Way. É que a partir de hoje, sábado, dia 25 de janeiro, as operações realizadas por clientes CGD através do serviço da SIBS passam a ser taxadas.

- Publicidade -

O preçário, que pode ser consultado aqui, mostra que as transferências, aquelas habituais que fazemos para um familiar, amigo ou quando fazemos algum negócio em segunda mão, passa a ter um custo de 0,85€, valor ao qual acresce ainda o imposto de selo (4%).

Ou seja, o valor final de cada transferência terá um custo de 0,884€.

Isentes deste custo ficam os clientes com idade inferior a 26 anos e também aqueles com Conta Caixa, que se divide em três modalidades, cada uma com o seu valor, pagas mensalmente.

Por exemplo, a Conta S custa 3,2€ por mês e dá direito a quatro transferências MB Way/mês. Já a conta M custa 4€ por mês e dá direito a cinco transferências MB Way/mês. Finalmente a Conta L, a mais cara das três, tem um custo de 7€/mês, mas permite transferências MB Way ilimitadas.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

MB Way. Modo Escuro (Dark Mode) também já chegou ao Android

Podem desde já começar a poupar bateria com esta novidade.

Modo Escuro (Dark Mode) chegou ao MB Way. Mas só no iOS

Mais uma forma de minimizar o cansaço dos nossos olhos e poupar a bateria dos nossos smartphones.

Metro de Lisboa já aceita MB Way como método de pagamento

As máquinas de venda automática de bilhetes passaram também a aceitar pagamentos contactless.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Chegou o primeiro gin de flor de cânhamo português

A par do gin, a marca O Benefício lança também os seus primeiros NFTs numa peça visual musical de 700 segundos.

Este e-book vai ajudar a escolher uma licenciatura

Procuram um curso para construir uma carreira de sonho? Então é melhor terem uma ajudinha.

miio Pay. Nova funcionalidade permite pagamentos ocasionais, sem contrato, para o carregamento de veículos elétricos na rede pública

Ou seja, não pressupõe a existência de um cartão de carregamento físico, de um contrato ou a adesão a um serviço.