Começa hoje um ciclo de debates para dar resposta à pandemia do novo coronavírus

Chama-se Noites contra o COVID-19 e é um ciclo de ​webinars que junta entidades públicas e privadas para um debate credível e abrangente em torno da resposta à pandemia do novo coronavírus.

- Publicidade -

A primeira sessão decorre hoje, sexta-feira, dia 27 de março, às 21h30, e é dedicada ao tema Cuidadores de lares e cuidadores informais: tudo o que devem saber sobre a COVID-19.

malware

Ricardo Mexia​, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública; ​Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar; ​João Araújo Correia​, presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna; e ​David Rodrigues​, coordenador do Evidentia Médica, são alguns dos oradores da primeira conferência virtual que procura esclarecer todas as questões relacionadas com o plano de ação dos lares e cuidadores informais.

O ciclo de ​webinars vai reunir as perspetivas de vários intervenientes do setor, com sessões dedicadas à comunidade científica e à população em geral, abordando temas tão distintos como as novas descobertas sobre a doença, as diferenças entre a COVID-19 e a gripe, as técnicas de ventilação não-invasiva, o planeamento de recursos humanos na saúde, o papel da indústria farmacêutica ou dos estudantes de medicina em situações de emergência ou a Saúde Mental em tempos de quarentena.

Tudo isto é promovido pelo projeto COVID19PT Ciência, que junta a plataforma Evidentia Médica Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública (ANMSP), a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) e a startup UpHill, com o intuito de analisar e selecionar criticamente a melhor evidência científica sobre a COVID-19, de forma a proporcionar informação válida e sistematizada aos profissionais no terreno.

A participação nos webinars é aberta. A organização fez ainda questão de referir que as gravações de cada debate ficarão depois disponíveis para consulta.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Deve-se ou não vacinar os jovens entre os 12 e os 15 anos contra a COVID-19?

Na ótica da Direção-Geral de Saúde, só é recomendável que se vacinem os jovens se eles tiverem comorbilidades associadas, que possam conduzir a uma doença grave ou à morte.

Centro Colombo faz testes gratuitos à COVID-19

O processo está a ser coordenado pelos profissionais de saúde da Farmácia Colombo, que comunica todos os resultados às autoridades competentes.

DGS recomenda realização de testes à COVID-19 em casamentos com mais de 10 pessoas

No caso de eventos de natureza cultural ou desportiva, recomenda-se a testagem sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a 1.000, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Casino Royale

Casino Royale é uma estreia quase-perfeita de Daniel Craig como o novo James Bond.

Todos os jogos adicionados ao Xbox Game Pass em setembro de 2021

Sim, podem começar a jogar mais estes jogos todos.