Centro Interpretativo da História do Bacalhau reabre no início de maio

Este espaço ocupa o Torreão Nascente do Terreiro do Paço, com entradas pelo Terreiro do Paço e pela Praça Sul e Sueste, e inclui zona de venda de bacalhau, zona de estar com livraria e zona de degustação de petiscos.

Centro Interpretativo da História do Bacalhau
- Publicidade -

Agora que, aos poucos e poucos, as lojas voltam a poder receber público, também outro tipo de espaços podem finalmente reabrir. É o caso d’O Centro Interpretativo da História do Bacalhau, inaugurado em julho do ano passado. Posteriormente encerrado devido às medidas impostas pelo combate à COVID-19, o espaço vai agora reabrir a 1 de maio, por ocasião da abertura da Estação Sul e Sueste e da Doca da Marinha, um projeto que atribui um novo protagonismo ao Tejo, no qual se integra.

Nesta recente atração de Lisboa é contada uma das mais épicas histórias de Portugal – a descoberta da Terra Nova e a aventura nos mares gelados pela pesca do bacalhau, em homenagem a um símbolo da gastronomia portuguesa, da cultura popular e da identidade nacional.

Ao longo de vários núcleos expositivos, o visitante pode assistir ao início da odisseia de um povo que se lançou nos ‘mares do fim do mundo’, sentir os perigos e emoções a bordo de um dóri, conhecer as rotinas dos pescadores a bordo, descobrir como nasceu o mito do ‘fiel amigo’ à mesa ou perspetivar o futuro do bacalhau, o seu consumo, a pesca sustentável e novas formas de o cozinhar.

O Centro Interpretativo da História do Bacalhau oferece ainda ao visitante um conjunto de experiências interativas, como “navegar” num dóri no mar gelado, contribuir com uma receita inédita de bacalhau, ser fotografados a bordo de um dóri, ou contribuir para a Enciclopédia do Bacalhau.

Na entrada do Centro Interpretativo da História do Bacalhau existe uma loja, onde está localizada a bilheteira e vários espaços para venda de artigos alusivos ao bacalhau, dois deles em parceria com a Lugrade e a Terra do Bacalhau, empresas especializadas em bacalhau da Islândia e da Noruega.

Este espaço ocupa o Torreão Nascente do Terreiro do Paço, com entradas pelo Terreiro do Paço e pela Praça Sul e Sueste, e inclui zona de venda de bacalhau, zona de estar com livraria e zona de degustação de petiscos.

O espaço estará aberto todos os dias, das 10h às 20h. O preço dos bilhetes deve ser consultado no site oficial.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Centro Interpretativo da História do Bacalhau abriu hoje em Lisboa

E não só ficam a saber tudo sobre o bacalhau, como podem ainda almoçar ou jantar no Restaurante Terra Nova (antigo Populi) um restaurante temático onde o bacalhau é o protagonista da ementa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Makro Portugal tem 15 cabazes de Natal disponíveis a pensar nesta época

Há para todos os gostos... e para todos as carteiras.

ART & Delivery é a primeira exposição de arte em Portugal inspirada em food delivery

Podem visitar até domingo, dia 29 de novembro, no Palacete Gomes Freire, em Lisboa.

Parque Nascente tem um pista de gelo com mais de 250 m2 para toda a família

Para entrar no espírito natalício, o Parque Nascente convida toda a gente a calçar os patins de gelo e treinar as piruetas, acrobacias ou simples voltinhas em família, na incrível Pista de Gelo.