Centro de Controlo do Mar deverá estar operacional em agosto de 2023

- Publicidade -

O CMAR vai acompanhar os movimentos dos navios e garantir a segurança da navegação em áreas limitadas ou com restrições à navegação.

Foi esta semana assinado o contrato para a empreitada de conceção e construção do novo Centro de Controlo do Mar (CMAR), um investimento de cerca de 2,5 milhões de euros, que conta com o financiamento do Programa MAR 2020.

O CMAR, localizado em Lisboa, será um grande centro de controlo para responder de forma integrada aos desafios associados ao mar português, designadamente no âmbito das responsabilidades de Estado costeiro, em termos de vigilância e monitorização da navegação, bem como, no apoio a toda frota de bandeira portuguesa.

Ao proceder-se a esta evolução e integração, pretende-se, através de uma melhor capacidade de resposta, durante 24 horas por dia, sete dias por semana, melhorar o nível de serviço aos navios, a segurança, proteção e vigilância marítima, incluindo a monitorização e controlo sobre as Áreas Marinhas Protegidas e a prevenção da poluição.

Por outro lado, serão otimizados os custos de funcionamento, através da partilha das infraestruturas físicas e tecnológicas e da criação de sinergias entre as equipas de operação.

Pelo controlo de tráfego marítimo na costa portuguesa passam mais de 80.000 navios de grande porte por ano, muitos deles com mercadorias perigosas. Nos portos nacionais são realizadas mais de 15.000 escalas de navios de grande porte.

O CMAR vai acompanhar os movimentos dos navios e garantir a segurança da navegação em áreas limitadas ou com restrições à navegação, designadamente, organizando o tráfego através de esquemas de separação de tráfego, e de áreas a evitar, reduzindo-se o risco de acidente e mitigando os eventuais danos deles resultantes.

Prevê-se que o CMAR esteja completamente operacional em agosto de 2023, permitindo integrar no mesmo espaço, os serviços do Centro de Controlo do Tráfego Marítimo e do Centro de Monitorização das Pescas, bem como novas valências de controlo e vigilância.

Nota: Imagem meramente ilustrativa

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes