Bons Sons. Não vamos viver a aldeia este ano, mas a aldeia vem até nós

O SCOCS vai organizar o Cem Soldos Habita a Rua, um evento que envolve não só os habitantes da aldeia, mas também os festivaleiros.

viver a aldeia
Foto: Carlos Manuel Martins
- Publicidade -

É um ano triste para todos. E festivais pequenos, como Bons Sons, organizado pelo SCOCS com a ajuda dos habitantes da aldeia e outros voluntários, acabam por sofrer mais do que outros.

Porém, não se pode perder a esperança e não assinalar o mês de agosto com muita festa, ainda que com moldes diferentes. Assim, vai acontecer ainda este mês o Cem Soldos Habita a Rua, um evento que vai envolver a comunidade local e, também, apresentar uma programação online dedicada a todos, uma forma de continuarmos a viver a aldeia, este ano, de uma forma diferente.

Nos dias 14, 15, 22 e 29 de agosto, realizam-se concertos em live streaming, uma exposição de fotografia, projeções de vídeo nas paredes da aldeia, pré-apresentação de um livro dedicado a Cem Soldos, uma conversa, um percurso artístico, passeios interpretativos de biodiversidade, bem como oficinas de fotografia, de design gráfico e de costura e ainda um mercado de trocas.

O programa Cem Soldos Habita a Rua tem início a 14 de agosto, com a realização de um passeio por bosques de carvalhos – O que Escondem os Carvalhais? – em parceria com a associação 30POR1LINHA, no âmbito do programa Ciência Viva no Verão.

Também em parceria com a 30POR1LINHA, no dia 15 de agosto, realiza-se o passeio interpretativo Vem Viver a Biodiversidade da Aldeia.

Neste dia, há ainda uma oficina de costura e de produto, tendo em vista os trabalhos preparatórios dos produtos de merchandising do Bons Sons 2021 e uma exposição noturna com projeções nas paredes da aldeia, de imagens em vídeo alusivas a edições anteriores do festival. Esta exposição acontece, igualmente, nos dias 22 e 29 de agosto.

No dia 22 de agosto, Ana Bento e Bruno Pinto regressam à aldeia para repetir, agora para os habitantes, o percurso artístico Cem Soldos, Por Detrás do BONS SONS, onde são reveladas diversas histórias e partilhados segredos da aldeia.

É também este o dia destinado ao 3.º Mercado de Trocas de Cem Soldos, onde os participantes podem dar, trocar ou vender a baixo preço (através de Soldos, à venda no local) todo o tipo de bens: vestuário, produtos hortícolas e alimentares, livros, brinquedos, e qualquer outro produto em bom estado.

Nos dias 22 e 29 de agosto, tem lugar a oficina de fotografia Descobrir a Aldeia, para participantes a partir dos 12 anos, desenvolvida em parceria com o Centro de Estudos em Fotografia de Tomar, CEFT – Casa dos Cubos, sob orientação de António Ventura, professor de Fotografia no Instituto Politécnico de Tomar.

Por último, no dia 29 de agosto, para além das ações referidas acima, realiza-se a oficina de criação gráfica, com trabalhos preparatórios para a imagem do Bons Sons 2021, com envolvimento da comunidade.

Todas as atividades são gratuitas e, dadas as circunstância atuais, a entrada e a lotação são muito reduzidas, sendo obrigatória a inscrição prévia no SCOCS, pessoalmente ou através de e-mail. É dada prioridade aos habitantes de Cem Soldos.

Em termos musicais, com transmissão online, realizam-se os concertos de André Henriques, Bia Maria e The Real Beavers, através do Facebook e canal do YouTube do Bons Sons, a partir de locais desconhecidos por parte das pessoas que costumam habitar as ruas de Cem Soldos por esta altura do ano.

Haverá ainda transmissões online, em datas a anunciar, da conversa A Cultura Pode Ser uma Aldeia?, em parceria com o Gerador, e da pré-apresentação do novo livro de José Gonçalves, dedicado a Cem Soldos, acompanhada pela exposição de fotografias da autoria de Simão Costa, Lembra-me, enquanto sentes (a partir do livro de José Gonçalves). A exposição realiza-se nos dias 15, 22 e 29 de agosto, com lotação condicionada, de forma a respeitar as distâncias de segurança, sendo obrigatório o uso de máscara e desinfeção das mãos à entrada.

No que toca aos bilhetes para o Bons Sons 2021, estão disponíveis nos locais por 45€ (passe geral). Os bilhetes já adquiridos para este ano, são automaticamente válidos para as novas datas, não sendo necessário efetuar qualquer troca.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Festival Artes à Vila regressa ao Mosteiro da Batalha em formato misto

Este ano, o festival volta a receber público, mas mantém as transmissões online.

Festival Lusco Fusco acontece no Terraço do Capitólio só com artistas nacionais

Cada Lusco Fusco apresenta um concerto, todos os sábados e domingos, durante cinco fins-de-semana, num total de 10 concertos.

Festival Aleste vira restaurante pop-up com intervenções musicais este ano

Os acessos ao evento serão feitos através de reserva de mesa para cinco pessoas.

RFM Somnii adiado para 2022

Um anúncio que só peca pela demora.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Está proibida a circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana

A medida entra em vigor já esta sexta-feira, às 15h.

Já se pode comprar detergentes a granel em todas as lojas Go Natural de Portugal

A venda de detergentes a granel na Go Natural traz maior poupança ao cliente, com a redução de pelo menos 13% no preço.

Telepizza abre lojas em Santo Tirso e Taveiro

São já 143 espaços a nível nacional.