fbpx

COVID-19. Câmara Municipal de Setúbal manda suspender atividades

A Câmara Municipal de Setúbal decidiu suspender todas as atividades em diversos equipamentos de utilização pública entre os dias 11 e 25 de março, como medida preventiva de propagação do novo coronavírus COVID-19.

A suspensão decretada pela autarquia incide sobre todas as atividades realizadas nas salas de espetáculos, nos museus, nas bibliotecas e nos equipamentos desportivos municipais, incluindo pavilhões e piscinas.

Fórum Municipal Luísa Todi, Cinema Charlot – Auditório Municipal, Casa da Cultura, Casa do Corpo Santo, Casa Bocage, Galeria Municipal do 11, Galeria Municipal do Banco de Portugal, Museu do Trabalho Michel Giacometti e Biblioteca e polo são locais com atividades suspensas, assim como as piscinas municipais das Manteigadas e de Azeitão e todos os pavilhões desportivos municipais.

A decisão camarária é tomada em respeito pelas várias recomendações e orientações emitidas pela Direção-Geral de Saúde sobre esta matéria, ainda que não sejam conhecidos, até esta data, no território do concelho, quaisquer casos de contaminação com este novo vírus.

É de admitir que medidas adicionais do género venham a ser adotadas nos próximos dias pelo município, em consonância com a avaliação feita e com as diretrizes nacionais.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,780FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Science4You lançou para o mercado o primeiro brinquedo do mundo sobre a COVID-19

A nova aposta da marca pretende que os mais novos aprendam sobre o mundo da imunologia e de que forma se podem proteger de vírus, fungos e bactérias, através de várias experiências e ferramentas didáticas.

Empresa portuguesa vai lançar linha de roupa preparada para a COVID-19

A coleção cápsula GOKÄ irá englobar uma sweat com gola incorporada, que substitui a máscara e filtra a 99%, calças de fato de treino e máscaras.

Empresa portuguesa desenvolve desinfetantes exclusivos contra a Covid-19

A solução surge por parte da Inokem, startup portuguesa de biotecnologia especializada em soluções químicas e biológicas, que se adaptou às exigências do mercado.

Rússia aprovou a primeira vacina contra a COVID-19

Vacina foi testada durante dois meses em humanos.
- Publicidade -

Mais Recentes