Câmara de Loulé promove aldeia de Natal

- Publicidade -

Este ano não haverá festa de passagem de ano, mas haverá, sim, pelo menos no município, espetáculo de fogo-de-artifício.

Na passada sexta-feira, dia 3 de dezembro, os autarcas dos 16 municípios do Algarve consideraram não estar reunidas as condições para permitir a realização de espetáculos na Passagem de Ano. Já quanto ao Fogo-de-Artifício, alguns autarcas irão manter essa tradição, sendo que outros decidiram não avançar uma vez que podem promover aglomeração de pessoas.

Na mesma reunião, ficámos a saber que foram também canceladas várias iniciativas que integravam a programação de Natal. Mas isso não significa que todas as celebrações não venham a ser realizadas.

Por exemplo, a Aldeia dos Sonhos, que se realiza em Loulé e que desde 2014 faz as delícias das crianças, está de volta ao coração da cidade. Recriação da típica aldeia do Pai Natal que faz parte do imaginário infantil, o espaço já abriu com todas as medidas de segurança sanitária, permitindo que todos possam usufruir de um programa de animação de Natal sem pôr em risco a saúde pública, numa altura em que o número de infeções por COVID-19 está a aumentar.

Esta aldeia estende-se por quatro pontos principais da cidade – A Aldeia do Pai Natal (Cerca do Convento), o Largo dos Duendes (Alcaidaria do Castelo), o Pólo Sul (Largo D. Afonso III), para além de uma área com diversa decoração alusiva à quadra natalícia (Largo de S. Francisco). A pista de gelo sintético, o carrossel, o comboio, a casa do Pai Natal, a aldeia dos Duendes, ou as áreas com gastronomia inspirada no Natal, onde não faltarão os tradicionais doces da época, voltam a animar esta aldeia da fantasia.

A Praça Natal Quarteira (Praça do Mar e Centro Autárquico), em Quarteira, e o Jardim dos Sonhos (Jardim das Comunidades), em Almancil, serão outros dos espaços do concelho onde a magia do Natal irá reinar até ao dia 1 de janeiro, com muitos motivos de interesse não só para os mais novos como para os graúdos.

A “Aldeia dos Sonhos” tem as portas abertas até 1 de janeiro e funciona de terça a sexta-feira e ao domingo, das 14h30 às 19h, e ao sábado, das 10h30 às 19h. Encerra à segunda-feira. A entrada é livre, mas é necessário apresentar o Certificado Digital de Vacinação, na modalidade de vacinação completa ou de recuperação da doença, ou um teste antigénio negativo para a COVID-19. O uso de máscara é obrigatório para maiores de 12 anos.

A iluminação volta também a ser um dos destaques deste programa de animação de Natal como forma de trazer mais brilho às localidades, criar uma ambiência única e promover o comércio tradicional. Para além dos principais centros urbanos, todas as sedes de freguesia estarão decoradas a rigor com apontamentos alusivos à quadra, para receber o espírito natalício. A Praça da República, em frente aos Paços do Concelho, será um dos principais atrativos para quem quiser apreciar a arte e beleza das iluminações. Aqui ficará a “banda das renas” conduzida pelo Maestro São Nicolau, uma instalação com cinco peças escultóricas, que todas as noites irá iluminar o coração comercial de Loulé.

Em relação à passagem de ano, não haverá celebração como já havíamos dito, mas haverá, sim, espetáculo de fogo-de-artifício, se bem que em moldes diferentes do que é habitual. Está previsto o seu lançamento a partir de diversos pontos da praia de Quarteira, de forma a evitar a concentração de pessoas em frente à Praça do Mar.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes