Cafés da Nestlé Profissional estão a chegar aos clientes em carrinhas elétricas

- Publicidade -

Cada viatura elétrica evita a emissão anual de cerca de 10 toneladas de C02. O grande objetivo da Nestlé Professional é reduzir para metade as suas emissões de CO2 até 2030 e atingir a neutralidade carbónica em 2050.

Aos poucos e poucos, as marcas vão estando cada vez mais conscientes, tomando ações que as levam a reduzir a pegada ambiental. Agora, e já depois de, no ano passado, ter lançado uma nova embalagem Sical para lotes profissionais desenhada para ser reciclada, a Nestlé Profissional dá um importante passo em frente rumo a um futuro sustentável ao entregar os seus cafés em viaturas 100% elétricas.

A partir de agora, os cafés Buondi, Sical, Tofa e Christina chegam aos clientes profissionais, isto é, do canal HORECA, de uma forma mais sustentável.

Cada viatura elétrica, do modelo E-Vito da Mercedes, evita a emissão anual de cerca de 10 toneladas de C02, numa ambição que culmina no objetivo de até 2025 ser possível assumir 100% da frota própria da Nestlé com viaturas elétricas. Esta iniciativa apresenta um grande contributo para o objetivo global da empresa em reduzir para metade as suas emissões de CO2 até 2030 e de atingir a neutralidade carbónica até 2050.

A transformação da frota comercial de auto-venda em viaturas elétricos junta-se à mudança já iniciada em 2021 na frota de veículos ligeiros não comerciais da Nestlé Portugal. No total, pretende-se que esta transformação atinja mais de 455 veículos até 2025.

Alterar na totalidade uma frota automóvel constitui um desafio para colaboradores e empresa e, por isso, foram já realizadas diversas sessões de formação sobre como conduzir um veículo elétrico, cuidados a ter na gestão das autonomias de energia, locais de abastecimento e como utilizá-los, entre outras questões relacionadas com um dia-a-dia diferente e mais sustentável. Do lado da empresa, simultaneamente com a alteração das viaturas, procedeu-se também à colocação de diversos postos de carregamento de viaturas no edifício da sede, em Linda-a-Velha, e nas fábricas de Avanca e Porto.

No total, esta transformação é suportada por 72 carregadores elétricos, distribuídos da seguinte forma: Fábrica do Porto conta com 12 postos, Fábrica de Avanca com seis, a sede em Linda-a-Velha com 52 e a delegação comercial no Funchal com dois.

Esta é já a concretização do programa de sustentabilidade Crescer Sustentável da Nestlé Professional, que conta com um total de oito compromissos que refletem uma abordagem abrangente e integrada, com metas específicas, para cada etapa da cadeia de valor no negócio de cafés torrados.

- Publicidade -
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Delta Q lança nova gama Origens com seis cafés diferentes

Colômbia, Jamaica, Timor, Etiópia, Quénia e Tanzânia são os novos blends que vêm alargar a gama de cafés de especialidade da Delta Q.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

4ª temporada de You ganha data de estreia e é dividida em duas partes

Não foi especificada a quantidade de episódios de cada parte.

Vila Galé em Tomar deverá estar pronto até novembro de 2023

E será uma unidade hoteleira de cinco estrelas.