fbpx

Bye Bye Summer Wine Party – Mais de 200 vinhos para prova

No passado dia 6 de setembro, foi a vez de Lisboa receber mais uma Bye Bye Summer Wine Party, após no dia 31 de agosto a cidade de Vila do Conde ter acolhido o evento. Nesta quinta edição, o jardim do Hotel Marriott, ali pela Avenida dos Combatentes, foi mais uma vez o local escolhido.

Estiveram à mostra mais de 200 vinhos para prova neste Bye Bye Summer Wine Party, bem como cocktails e várias iguarias, incluindo porco no espeto. Neste clima de festa ao ar livre, houve também música passada por um DJ, e uma zona de passatempos patrocinada pela Enoport.

Em clima ameno e de final de tarde bem soalheira, apeteceu focar, neste Bye Bye Summer Wine Party, basicamente nos brancos. Assim, e para início de prova, visitámos o stand da AB Valley Wines, projeto sedeado em Amarante. Com várias escolhas entre Alvarinho, Loureiro e Arinto, todos de 2017 e competentes no paladar, o destaque acabou por ir para o Opção Azal. Um bom exemplo de vinho para tempo quente, com boca citrina e floral, além do gás ligeiro que ajuda a conferir leveza ao conjunto.

Os vinhos de Lisboa marcaram presença forte, e a Adega Mãe tem feito marcar a sua presença na região. Mais conhecido pelo seu rótulo Dory, de relação qualidade/preço reconhecida, hoje apostámos nos monocastas brancos, no caso Viosinho e Sauvignon Blanc. Os dois de 2018, o Viosinho a mostrar que adapta bem à zona do Tejo, com fragrância subtil, notas de chá e mineralidade, e dar notas de que até ganhar em evoluir na garrafa. Belo trabalho da equipa Anselmo Mendes e Diogo Lopes.

Mais untuoso e de sabores mais ricos, como alguma fruta tropical, o Sauvignon Blanc, tendo mais álcool, apresenta acidez que previne o desequilíbrio do conjunto. Exemplo de uma expressão evidente dos traços mais marcantes desta casta.

Regresso ao Norte, desta vez para a Quinta da Torre, no Marco de Canavezes, onde o enólogo André Amaral tem desenvolvido os vinhos São Caetano. Em oito hectares, planta-se Arinto, Alvarinho, Loureiro e Azal, nos brancos, e Espadeiro e Vinhão nos tintos. A região dos vinhos verdes apresenta aqui um belo panorama das suas potencialidades, e na prova de belo nível que por aqui se fez, sublinhamos, além do belo Azal, o surpreendente Arinto, feitos com vinhas de 20 anos. Profundidade de boca completamente diferente de vário Arintos que pululam no mercado, grande subtileza nos sabores cítricos, vinho feito com prensa cuidadosa e sem barrica.

Não é à toa que já colecionou medalhas em concursos como o da Comissão dos Vinhos Verdes, e lá fora, como aconteceu no Concurso de Lyon. Nota também para o Espadeiro, casta que ainda não terá feito todo o seu caminho por Lisboa, mas que merece ser mais descoberta. Um excelente exemplo do que deve ser um rosé, morangos e framboesas, juventude sem perder um final com alguma demora.

Projeto novo e extremamente interessante, uns quilómetros mais acima, já na Minhota Celorico de Basto, é o da Fonte da Cobra, quinta familiar com onze hectares onde se planta Azal, Arinto, Loureiro, Alvarinho, Fernão Pires e Vinhão a cerca de 500 metros de altitude.

Com enologia de Constantino Ramos, o verde colheita de 2018, com um PVP de cerca de 4,50€, apesenta uma excelente relação qualidade/preço. Carregado na acidez e mineralidade, a secar a boca como é típico no trabalho do enólogo, um verde para consumo corrente que não vai desiludir. Muito se tem falado também no Turra, rótulo irmão e vinhão que tem ganho muito destaque pelo seu carácter contrastante com os clichés associados a este vinho proscrito por muitos. Mas a prova neste Bye Bye Summer Wine Party já ia longa, pelo que aguardamos pela edição.

Fotos de: Emanuel Silvares Canoilas

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,780FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Mercado Ferreira Borges vai ter uma feira dedicada a vinhos portugueses em setembro

Será a 3ª edição do Vinhos a Descobrir Wine Market, mostra e feira de vinhos produzida pela Inspire.

Os vinhos do ator e cineasta John Malkovich chegaram a Portugal

Estão já disponíveis no mercado nacional todas as cinco referências do produtor.

Vinhos da Sogrape dão pontos que podem ser trocados por vales Netflix, Ikea ou Galp

Se costumam comprar alguns vinhos em específico, então este passatempo é para vós.

JMV lança loja online. Há vinhos, espumantes, cafés e chás

Nesta fase de lançamento, a JMV arranca com uma campanha que coloca mais de 40 produtos com preços especiais.
- Publicidade -

Mais Recentes

Um spinoff de The Boys pode chegar muito em breve

Segundo a Variety, está agora a ser dada prioridade a este projeto devido ao sucesso da segunda temporada da já popular série da Amazon.

Análise – Urbanista London

O modelo London, da Urbanista, é uma escolha mais económica dentro do mercado de earbuds True Wireless equipados com Noise Cancelling (cancelamento de ruído).