Billie Eilish vai estrear-se em Portugal com concerto no Coliseu de Lisboa

É mais um fenómeno global da Internet. Falamos de Billie Eilish, cantora e compositora que, com apenas 17 anos de idade, já começa a trilhar o seu caminho para se tornar num dos grandes nomes do pop alternativo. A jovem estreia-se em Portugal no próximo dia 4 de setembro para apresentar o álbum de estreia, When We All Fall Asleep, Where Do We Go?, com lançamento previsto para 29 de março.

- Publicidade -

Com o seu estilo único e enigmático, começou a dar nas vistas com o primeiro single, “ocean eyes”, que já conta com mais de 200 milhões de streamings no Spotify. Já o seu primeiro EP, dont smile at me, lançado em 2017, acumula mais de 750 milhões de transmissões e alcançou o Top 40 na Billboard 200.

Quanto aos bilhetes, são postos à venda esta quarta-feira, dia 13 de fevereiro, com o custo fixo de 26€.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,792FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Mono reagendam concertos em Portugal para 2022

Originalmente, a banda deveria tocar no nosso país no próximo mês de março.

Música – 100 melhores músicas de 2020

20.000 músicas reduzidas a 100. Um trabalho longo, mas deveras prazeroso. Já passaram mais de 11 anos desde que comecei...

Música – Álbuns essenciais (dezembro)

Poucos foram os lançamentos em dezembro, como era de prever. No entanto, houve surpresas agradáveis.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – The Medium

Com um conceito tão interessante como a possibilidade de viajar e controlar ações entre dois mundos em simultâneo, a nova aposta de horror da Bloober Team tem dificuldade em fazer justiça ao seu fantástico potencial.

Salas de cinema podem virar centros de vacinação

O UCI Cinemas garante que tem todas as condições para que o processo de vacinação seja um sucesso.

Vintage 2017, da Niepoort, considerado o melhor Vinho Fortificado do Mundo

É uma distinção que enche todos os Portugueses de orgulho e eleva a Casa Niepoort – atualmente na sexta geração – e o Vinho do Porto a um patamar ainda mais alto do que aquele que já é seu por direito.