Batalha Centro de Cinema abre finalmente ao público

- Publicidade -

O Batalha foi arrendado pela Câmara do Porto por um período de 25 anos e vai ser devolvido à cidade mais de uma década após o seu encerramento, retomando a sua função cultural centrada no cinema.

9 de dezembro de 2022. Após alguns adiamentos provocados não só pela pandemia, mas também pela recente escalada de preços no que toca a matérias-primas, o Batalha Centro de Cinema, no Porto, que deveria ter sido inaugurado em setembro, entra finalmente em funcionamento esta sexta-feira a histórica sala de cinema da praça que lhe dá nome.

Após a reabertura do Mercado do Bolhão, a cidade do Porto vê agora ser-lhe restituído outro dos seus espaços mais icónicos. Tal como o Bolhão, “o Batalha integra a memória coletiva desta cidade e é, sem dúvida, um elemento identitário e agregador do Porto”, explicou em setembro o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, durante a conferência de imprensa de apresentação da nova programação do Batalha Centro de Cinema.

Para além das dificuldades com que o projeto se confrontou ao longo dos últimos anos, “há a realçar a descoberta e restauro dos frescos que Júlio Pomar gravou nas paredes interiores do edifício, em meados da década de 1940. O artista plástico e oposicionista da ditadura pintou no cinema uns magníficos murais alusivos à festa de São João”, que agora estão de novo acessíveis ao público. Devido a esta intervenção inesperada, o processo de recuperação do Batalha comportou um investimento de, aproximadamente, 5,17 milhões de euros por parte da autarquia, valor acima dos quatro milhões inicialmente orçamentados.

Com a missão de promover o conhecimento e a fruição cultural, através do cinema e da imagem em movimento, o Batalha inclui no seu programa ciclos temáticos, retrospetivas e focos em práticas contemporâneas, bem como a ligação a outras artes. Estimular a cinefilia e cultura cinematográfica, através de projetos educativos, editoriais, formativos e de debate, está no centro da atividade do Centro de Cinema.

O Batalha foi arrendado pela Câmara do Porto por um período de 25 anos e vai ser devolvido à cidade mais de uma década após o seu encerramento, retomando a sua função cultural centrada no cinema.

Foto de: Guilherme Costa Oliveira

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes