Estas são as 10 atrações turísticas mais “assombradas” do país

Diz-se que são, também, as atrações turísticas mais macabras de Portugal.

- Publicidade -

Mesmo a tempo do Halloween, a Holidu, o motor de pesquisa para casas de férias, elaborou uma lista das atrações turísticas assombradas mais populares em Portugal. Foram considerados mais de 100 destinos assombrados espalhados pelo território nacional, sendo extraídos o número de pesquisas no Google no ano passado para descobrir quais destes sítios paranormais são mais populares entre os turistas.

1. Convento de Mafra

O lugar mais assombrado de Portugal. Ratos mutantes que vivem nos túneis do Convento? Diz-se que são gigantes, de um apetite voraz e imunes a qualquer desinfestação. Contudo, não fica por aqui, uma vez que na biblioteca, entre os livros, vivem morcegos. Para terminar, há quem fale em espíritos de trabalhadores que perderam a vida no convento e de um capitão sem cabeça que deambula pelas ruas à noite.

2. Castelo de Almourol

Em segundo lugar, entre Torres Novas e Abrantes, encontra-se o Castelo de Almourol. Tirado de um conto de fadas, conta a história de amor entre um cavaleiro e uma princesa. Contudo, este não terminou bem, dizendo-se que o espírito da princesa deambula pelo castelo a gritar e chorar à espera do seu amor.

3. Quinta das Lágrimas

Seria de esperar que a Quinta das Lágrimas aqui estivesse. É um espaço ligado à história de amor entre Pedro e Inês. Inês terá sido mandada matar pelo rei pela mão de dois assassinos numa fonte e, conta a história que esta ganhou o nome de “Fonte das lágrimas” quando Inês chorava no momento do assassinato. Mas o pior não fica por aqui. Pedro, devastado e triste, manda capturar os dois assassinos arrancando-lhes o coração, ao primeiro pelo peito e ao segundo pelas costas. Para terminar e honrando a sua amada, Pedro decide vestir Inês (já morta há dois anos) com o seu melhor vestido e colocá-la ao seu lado no trono.

4. Capela dos Ossos

Uma capela do século XVII decorada com ossos, caveiras e corpos inteiros pendurados na parede. Parece mentira, mas existe em Évora. Com a principal mensagem da fragilidade da vida humana, esta mensagem chega, claramente, aos visitantes da Capela dos Ossos, logo à sua entrada, através do sinal “Nós ossos que aqui estamos por vós esperamos”. Ossos e crânios humanos cuidadosamente espalhados cobrem as paredes da capela e os seus oito pilares. Para além dos próprios ossos, estátuas e pinturas religiosas de estilo renascentista e barroco também decoram a Capela dos Ossos.

5. Hotel Monte Palace

De seguida na lista, o Hotel Monte Palace, nos Açores, que abriu ao público em 1989 com a promessa de ser a melhor experiência de luxo na ilha. Contudo, após ano e meio fechou portas. Foi, então, deixado ao abandono restando os destroços e tristeza de um projeto falhado, e onde, residem espíritos que chamam a atenção dos mais curiosos.

6. Sanatório de Valongo

Diz-se que aqui estão presas as almas de centenas de pessoas que morreram de tuberculose e se ouvem muitos murmúrios de quem lá morreu. O Sanatório está localizado na Serra de Santa Justa, em Valongo. Construído em 1910 e em funcionamento entre 1958 e 1975, recebendo centenas de pacientes com tuberculose. Chegaram a estar mais de 350 pessoas internadas em simultâneo, isto apesar da sua lotação inicial ser de apenas 50 camas.

7. Capela do Senhor da Pedra

Esta capela é um dos locais mais procurados em Vila Nova de Gaia tanto pela sua beleza como pelo seu misticismo. Contam-se histórias de feitiçarias, milagres, assassinatos, romarias pela madrugada e magia negra. Nem os locais passam nesta capela depois do sol se pôr.

8. Hotel Bela Vista

Em oitavo lugar, um belíssimo Boutique Hotel que aparentemente não tem razão para estar nesta lista mas… Muitos dos que aqui dormem afirmam o contrário, barulhos aterrorizadores, gritos, gemidos e lamúrias são algumas das coisas que os hóspedes ouvem. Dizem que a antiga proprietária do hotel morreu no quarto 108 e desde aí uma figura fantasmagórica deambula pelo mesmo.

9. Teatro Lethes

Diz-se que o Teatro Lethes, em Faro, está assombrado pelo espírito de uma bailarina que ali se enforcou. Conta a lenda e os locais que a jovem bailarina não aguentou a pressão dos ensaios e do público e decidiu enforcar-se em pleno palco. Dizem que a meio da noite ainda se ouvem os seus passos.

10. Chalet Biester

Em décimo lugar, o Chalet Biester está localizado em Sintra e o seu telhado cónico escuro concedeu-lhe o apelido de “Casa da Bruxa”. Esta mansão de 1860 foi o cenário de Ninth Gate, thriller de Roman Polanski, e lendas afirmam que uma sociedade secreta se reúne nos pisos subterrâneos, onde também se esconde um livro escrito pelo próprio diabo.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Inaugurado primeiro Espaço Cidadão numa unidade de saúde

Algo que vem facilitar ainda mais a vida aos cidadãos.

Clockwork Aquario – Uma nova oportunidade para este clássico perdido

Anteriormente cancelado, o título da Westone regressa à vida graças à conversão da Inin Games.

Crítica – Resident Evil: Welcome to Raccoon City

Infelizmente, ainda não foi desta que surgiu um filme genuinamente bom de uma adaptação de Resident Evil para o grande ecrã.