Já podemos apoiar a Cruz Vermelha Portuguesa através do Revolut

Depois de ter estreado o serviço Revolut Junior no Reino Unido e ter ficado finalmente disponível nos Estados Unidos, a fintech britânica acaba de abrir a sua primeira campanha local de donativos com o objetivo de apoiar a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) a combater a COVID-19.

- Publicidade -

Ou seja, os mais de 400 mil utilizadores de Revolut em Portugal poderão doar dinheiro para esta ação que irá beneficiar, integralmente, o movimento #EuAjudoQuemAjuda. Com a solidariedade dos portugueses, será possível angariar equipamentos de proteção individual, cobertores, camas de campanha, tendas insufláveis, ventiladores, monitores e desfibriladores, assim como continuar a prestar apoio domiciliário e sanitário a família vulneráveis.

Cruz Vermelha Portuguesa

As doações podem ser feitas através do recurso Donativos, na aplicação (separador Painel > Donativos), que permite a todos os utilizadores, de forma simples e intuitiva, enviar dinheiro para esta campanha.

Existem três opções disponíveis: donativo único, donativo recorrente ou ainda “arredondar os trocos”, ou seja, os pagamentos que efetuarem são “arredondados” e o “troco” é doado.

Caso a opção “Donativos” não esteja visível, deverão clicar em “Personalizar o painel” e ativar a respectiva opção.

Importa salientar que podem doar o que quiserem, nem que seja um cêntimo, e que 100% do valor doado será entregue à Cruz Vermelha Portuguesa, uma vez que a Revolut não cobra qualquer comissão.

Esta campanha estará ativa enquanto se mantiver o Estado de Emergência nacional.

Fonte:Revolut
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Há 11 novos tokens de criptomoedas disponíveis na Revolut

Agora, a oferta é de 21 tokens para todos os utilizadores.

Revolut: Clientes não estão obrigados a declarar as contas no IRS 2021

Contudo, se fizeram investimentos e receberam mais-valias ou dividendos, deverão comunicá-los na declaração de rendimentos.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Chegou o primeiro gin de flor de cânhamo português

A par do gin, a marca O Benefício lança também os seus primeiros NFTs numa peça visual musical de 700 segundos.

Este e-book vai ajudar a escolher uma licenciatura

Procuram um curso para construir uma carreira de sonho? Então é melhor terem uma ajudinha.

miio Pay. Nova funcionalidade permite pagamentos ocasionais, sem contrato, para o carregamento de veículos elétricos na rede pública

Ou seja, não pressupõe a existência de um cartão de carregamento físico, de um contrato ou a adesão a um serviço.