Android Auto começa a chegar (de forma oficial) a Portugal

- Publicidade -

Em breve já não será preciso recorrer a plataformas alternativas para instalar a aplicação.

Android Auto

Foram anos de espera, mas essa espera está a terminar. O Android Auto, cujo propósito é o de emparelhar o smartphone com o nosso carro, facilitando, dessa forma, a vida ao condutor, que passa a controlar o seu telemóvel na totalidade através do ecrã do automóvel, está finalmente a chegar (de forma oficial) a Portugal.

Embora alguns utilizadores achem que esta é uma não novidade – várias pessoas alegam que já usam Android Auto nativamente desde meados deste ano, tendo instalado através da Google Play, com outros utilizadores a referir que o Android Auto já vem integrado nativamente a partir do Android 10 -, a verdade é que, sim, é de facto uma novidade.

É a própria Google que o diz. No seu blog oficial, a gigante tecnológica avança que, ao longo dos próximos meses, estará a disponibilizar em mais 36 países o Android Auto, onde se inclui Portugal. No entanto, não se admirem caso o serviço ainda não esteja disponível no vosso smartphone.

O Android Auto é compatível com veículos de marcas como Alfa Romeo, Audi, BMW, Citroen, Fiat, Ford, Honda, Hyundai, Kia, Land Rover, Lexus, Mazda, Mercedes-Benz, Nissan, Opel, Peugeot, Renault, Seat, Skoda, Smart, Toyota, Volkswagen, Volvo, entre outros. A lista completa pode ser consultada aqui.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Android Auto oficialmente disponível em Portugal

Claro, terão de ter um automóvel compatível com o sistema.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Governo criar criar mais 10 mil lugares de creche em todo o país nos próximos anos

O Estado deixa de apoiar exclusivamente as famílias de mais baixos rendimentos (1.º e 2.º escalões) e passa a abranger todas as crianças independentemente do rendimento das famílias.

CAMP. Vai acontecer um não-festival numa vinha algarvia

O CAMP reunirá músicos, criadores e pensadores para celebrar a terra, o sentido e a beleza.