Preparem-se para viajar na história, já este verão, em Ancestors: The Humankind Odyssey

Em breve vai chegar ao PC e consolas um jogo de exploração que nos vai permitir viajar pela história da humanidade, desde a sua génese.

Ancestors: The Humankind Odyssey recebeu agora a sua data de lançamento para agosto deste ano nos PCs, chegando depois em dezembro à PlayStation 4 e Xbox One. O anúncio fez-se acompanhar por um vídeo de bastidores, onde a produção explica um pouco mais sobre este projeto.

Criado por Patrice Desilets, o visionário por detrás de Assassin’s Creed, Ancestors: The Humankind Odyssey é um produção da francesa Panache Studios, que nos vai deixar controlar os nossos antepassados numa jornada de sobrevivência pelos ambientes mais agrestes de uma África no período do Neogeno.

Com a ação a passar-se há cerca de 2-10 milhões de anos, vamos poder assistir à evolução humana durante um período desses oito milhões de anos, onde a aparência das nossas personagens se vai alterando de acordo com as nossas escolhas e ações.

Ancestors: The Humankind Odyssey chega ao PC a 27 de agosto e à PlayStation 4 e Xbox One em dezembro. Podem também assistir aqui em baixo ao primeiro episódio dos bastidores do jogo.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,558FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
610SeguidoresSeguir

Relacionados

Análise – Streets of Rage 4

Um regresso ao passado que irá deliciar os fãs do género e da série clássica da SEGA.

Predator: Hunting Grounds recebe Arnold Schwarzenegger e fica automaticamente melhor

O ator volta a interpretar Dutch, no novo jogo para PC e PlayStation 4

Os eventos do Summer Game Fest a não perder

A agenda do Summer Game Fest inclui eventos e transmissões de maio a agosto.

Ubisoft com evento próprio para revelar novidades dos seus jogos

Os estúdios franceses revelam a sua alternativa à E3.
- Publicidade -

Mais Recentes

ZenZoe. Chegou a Portugal o robô que desinfeta áreas e objetos propícios à transmissão de COVID-19

O ZenZoe foi desenvolvido pela ASTI Mobile Robotics, empresa de tecnologia e robótica sediada em Espanha,...

Crítica – The King Of Staten Island

The King Of Staten Island emprega uma fórmula muito conhecida (e demasiado utilizada) que se estende em demasia, mas Judd Apatow equilibra-a com um sentido de humor negro com a ajuda dos seus co-argumentistas.

Análise – Mr. Driller DrillLand

Uma remasterização do clássico de 2002 que pouco adiciona ao original no que toca a conteúdos.