Tronsmart T7 – A irmã mais velha nem sempre é a mais sábia

- Publicidade -

Experimentámos o novo modelo da Tronsmart e não ficámos tão fãs como da versão mais pequena.

A Tronsmart lançou a Tronsmart T7, uma versão mais robusta da irmã mais nova, a já analisada T7 Mini – por essa mesma razão as comparações entre ambos os modelos serão inevitáveis. E o Echo Boomer teve a hipótese de analisar esta coluna portátil, também da melhor forma possível: com música no volume máximo.

Antes de mais, as especificações mais flagrantes e disponibilizadas no site oficial: é uma coluna que oferece áudio surround 360º; é à prova de água, estando classificada como IPX7; tem conexão por Bluetooth 5.3 até 18 metros; bateria até 12 horas de autonomia; e há a possibilidade de emparelhar com outros aparelhos, coisa que não nos foi possível experimentar.

A caixa traz, como sempre, a coluna muito bem acondicionada – dentro de um pequeno saco -, mas, ao contrário dos anteriores equipamentos da Tronsmart que já recebi, a T7 vem com uma esponja fina a proteger, além de uma folha com o logótipo da marca, o que dá uma sensação de luxo. Dentro da caixa, além da coluna portátil, podemos encontrar duas pequenas caixas pretas: uma contém o manual de instruções, um cartão de garantia e outro sobre a tecnologia SoundPulse, que está implementada neste modelo; a outra traz, apenas, o cabo USB-C, que permite carregar a bateria da coluna. Todos estes elementos vêm bem arrumados dentro de uma caixa de dimensões um pouco maiores que a própria coluna.

No exterior da caixa, a acompanhar as especificações técnicas, encontramos dois códigos QR: um leva-nos até ao site oficial da Tronsmart, sendo que o outro nos direciona para outro site onde podemos ler mais sobre o registo da marca e do modelo.

Admito que não li as instruções que acompanham a coluna – sou esse tipo de pessoa, gosto de explorar e descobrir um produto à medida que vou utilizando – e qual não foi o meu espanto quando descobri que a parte superior da T7 não é, apenas, o local onde são visíveis os leds coloridos – que são bastante agradavéis. É aqui que se pode controlar o volume do áudio, num simples rodar de uma peça. Um conselho de amigo: não rodem muito o controlador, pois acabarão por baixar o volume por completo sem querer.

Rendi-me às instruções e vi aplicação nelas.

Após esta pequena, porém muito útil, descoberta, rendi-me e abri o manual de instruções. Foi aqui que descobri a possibilidade de controlar a coluna através da app da Tronsmart, disponível para Android e para iOS. Instalei a aplicação, conectei à T7, e foi-me logo indicada a existência de um update de firmware para a coluna. Após o update instalado, a coluna desligou automaticamente com um enorme barulho, tendo-me assustado pois não estava à espera de tal coisa. Um ponto negativo para a T7, pelo susto que me pregou.

Na aplicação, é possível controlar os modos de reprodução – se queremos via Bluetooth ou via SD Card -, desligar a coluna ou alterar o preset do equalizador de som, para que melhor se adapte à música que estamos a ouvir. Deixem que vos diga que fiquei fã do preset Deep Bass, que para ouvir música eletrónica é, sem dúvida, o melhor, embora tenha ficado agradado com o preset SoundPulse. Também podem customizar o vosso próprio preset. 

Apesar da possibilidade de utilização de um cartão MicroSD, a Tronsmart T7 peca pela ausência de conexão por cabo AUX, ao contrário da irmã mais nova. Na minha opinião, outro ponto negativo, considerando o quão prático é, por vezes, ligar por cabo a um computador, o que foi o meu caso, aquando do teste a este modelo.

A irmã mais velha também é digna de festa, mas…

Em resumo, a T7 cumpre aquilo para que é adquirida, é uma boa coluna, e fiquei fã. Porém, comparando com a T7 Mini, é grande demais, pesada demais e o volume que alcança pode ser equiparado. Para uma festa com amigos, esta coluna é a opção mais viável, mas para uso pessoal, no conforto do vosso quarto, talvez seja melhor optar pela versão mais modesta e pequena.

Podem adquirir a Tronsmart T7 aqui e aproveitarem uma boa prenda para oferecer a um amigo que aprecie música bem alta, que o Natal está para breve.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes