- Publicidade -

Análise – F1 2019

-

Mais um ano, mais uma aposta da Codemasters no seu simulador de corridas de Fórmula 1, devidamente intitulado F1 2019.

Apesar de chegar um pouco mais cedo do que o habitual, a produtora britânica não se poupou desta vez. Este é um jogo construído com base nos títulos anteriores, aproveitando o melhor que a série tem para dar e ainda mais.

As novidades deste ano não se ficam só pela atualização de tabelas, equipas e carros, mas também com um modo de carreira, novamente revisto e aprimorado, onde encontramos a adição de uma nova modalidade, a Fórmula 2. Na carreira, esta novidade surge como um ponto de partida para a nossa aventura virtual durante a nova temporada.

Esta adição, vai ocupar-nos a primeira hora da carreira, com o jogador a entrar a meio das corridas acompanhadas com breves cinemáticas, que nos apresentam situações tensas, mecânicas simples e algumas personagens. A modalidade introduz-nos novamente ao sistema de progressão narrativa com escolhas em entrevistas que afetam a moral da equipa e as oportunidades de possíveis contratos para a nossa personagem.

No entanto, esta primeira hora passa bastante depressa, apenas com três cenários onde podemos experimentar os carros de Fórmula 2. Felizmente, a modalidade está presente nos restantes modos de jogo, onde podemos explorar este mundo.

Quando entramos na temporada de F1, a maioria dos segmentos narrativos interativos desaparece, pelo que voltamos à carreira tradicional dos títulos anteriores. Continuamos a ter momentos em que interagimos com a comunicação social e temos a nossa equipa a dar-nos informações nas boxes de acordo com as nossas escolhas, mas o charme e o potencial de termos uma “novela” com rivais e camaradas mais presentes acaba por se dissipar.

Apesar de não ser um ponto verdadeiramente negativo, é pena este lado da carreira a solo não ser mais explorado. Felizmente, tudo o resto mantém-se sólido, ao nível do que já conhecemos.

Entre as provas principais, que contam para a nossa posição na tabela da temporada, vamos controlar basicamente tudo o que acontece nos bastidores: escolher estratégias, presets para os carros, testar alterações, treinar pistas, acumular pontos, gerir a equipa técnica e desbloquear modificações para os carros.

Aqueles que transitam dos jogos anteriores irão sentir-se em casa, com uma apresentação dos menus e opções super idêntica. Já os novos jogadores vão ter que arranhar e experimentar muito. Felizmente, o jogo sugere sempre definições padrão bastante acessíveis, pelo que é possível fazer a carreira sem grandes complicações.

Mas é na pista onde vamos passar mais tempo, seja na carreira ou noutros modos.

Começando pelos gráficos, a Codemasters volta a fazer um trabalho impecável para replicar o tom e a ambiência da experiência moto-desportiva.

Os carros apresentam-se com uma aparência autêntica, muito bem modelados, com os patrocínios oficiais e as suas novas formas aerodinâmicas, e tudo só fica melhor graças ao fantástico sistema de iluminação do motor de jogo, que dá um aspeto foto-realista à ação em pista.

As pistas e os ambientes foram redesenhados e atualizados com novas texturas, edifícios e elementos que enchem a nossa visão periférica para uma experiência mais imersiva.

E claro, não podiam faltar as animações do condutor e a forma como o carro reage a todas as ações, que podemos observar nas câmaras de jogo e ângulos de replay super-realistas. É uma delícia ver momentos em slow-motion e observar as asas dos carros a dobrarem, assim como as suas suspensões e pneus a reagirem a certas deformações ou listas de proteção à beira das curvas. É incrível.

A condução no jogo vai depender imenso da modalidade escolhida, quer sejam carros de F1, F2 ou a panóplia de opções na galeria de Lendários. Mas uma coisa mantém-se constante – F1 2019 é muito acessível e oferece opções para todo o tipo de jogadores.

Por defeito, é muito fácil e familiar entrar no jogo e começar a correr. O jogo perdoa, de alguma forma, muitos dos erros cometidos, seja pelas ajudas ativas ou pelo nível de dificuldade da inteligência artificial, que pode ser ajustado para mais difícil – para oponentes agressivos, rápidos e precisos -, ou mais fácil, com oponentes mais lentos, distraídos e “amigos”.

As opções de ajuda são imensas e expectáveis daquilo que se espera num jogo destes, dando a possibilidade de termos uma experiência mais arcade ou de simulação pura. Dependendo do tipo de jogador, a diversão e a satisfação de condução é garantida.

F1 2019 volta a oferecer opções multijogador online, onde, entre as eventuais partidas Ranked e Unranked, encontramos ligas e eventos semanais que prometem dar vida ao jogo a longo prazo. Encontrar jogadores para correr é relativamente rápido e fácil, mas o seu número vai sempre depender muito da disponibilidade da população de jogadores.

Aqui, sem dúvida alguma, são os desafios semanais que levam a medalha, com recompensas únicas de personalização como decorações para os carros, capacetes, entre outros.

Outro ponto de destaque é a adição de uma aba inteiramente dedicada aos esports, onde os adeptos e seguidores podem participar em eventos, seguir calendários e até assistir a corridas passadas.

Não há dúvidas de que F1 2019 é o melhor título da série até agora, construído sob todas as bases e pontos positivos dos jogos anteriores, enquanto ao mesmo tempo aplica algumas novidades. Contudo, o sentimento de que continua a ser o mesmo jogo e que algumas das novidades, em particular a implementação da Fórmula 2, podiam ser mais exploradas, impedem F1 2019 de ser ainda melhor, algo que poderá estar relacionado com o seu tempo de desenvolvimento mais curto.

Para quem não segue a série regularmente e procura emoções fortes no asfalto de algumas das pistas mais emocionantes do planeta, a centenas de quilómetros/hora, F1 2019 é uma porta de entrada perfeita para o caminho até ao estrelato virtual.

F1 2019 já está disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

F1 2019
Nota: 8/10

Este jogo (versão para PlayStation 4) foi cedido para análise pela Ecoplay.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos nas redes Sociais

9,828FãsGostar
4,016SeguidoresSeguir
481SeguidoresSeguir
- Publicidade -

Mais Recentes

Setúbal. Restaurante La Famiglia muda de conceito e vira casa de picanha

O nome agora é La Picanha e ali só se irá servir desta carne, num menu à descrição.

Bolt já tem carros 100% elétricos no Porto e em Braga

Depois de ter lançado a categoria Green em Lisboa no passado mês de dezembro, a Bolt lança agora essa opção no Porto e em Braga.

Torres Novas. Já há Wi-Fi gratuito nos Transportes Urbanos Torrejanos

Assim sendo, basta que os utilizadores liguem o Wi-Fi nos seus smartphones e se liguem à rede WIFI-TUT.

Soam as Guitarras 2020: quatro municípios e 19 espetáculos de 12 artistas

Acaba de ser apresentada oficialmente a 4ª edição do Soam As Guitarras, festival que cumpre o propósito de levar a arte da guitarra e das cordas a novos destinos e públicos a cada ano. E depois de Oeiras, Póvoa de Varzim e Évora, Setúbal é o mais recente município a integrar a programação do evento.

Uber Pro. Chegou o programa com benefícios para os motoristas

O email a dar conta desta novidade foi hoje enviado aos motoristas, referindo também que o programa entra em funcionamento a partir de 1 de fevereiro.
- Publicidade -