Análise – Energy Sistem Frame Speaker

O Energy Sistem Frame Speaker não é apenas um equipamento de áudio. É também uma obra de arte.

Frame Speaker

Já imaginaram como seria se os quadros falassem? Quanto a mim, o primeiro contacto que tive com este conceito foi ao visualizar os filmes da saga Harry Potter, da qual sou fã acérrimo. Portanto, podem imaginar o meu deleite quando fui presenteado com um Frame Speaker da Energy Sistem, um quadro com um poderoso altifalante integrado que reproduz música por Bluetooth, Rádio FM, USB e cartão de memória micro SD até 128GB, e verificar este conceito na vida real.

O quadro vem numa embalagem compacta e bastante bem isolado por duas placas de esferovite no topo e na base. A embalagem contém também um comando com alcance até 10 metros, um guia rápido e um cabo USB tipo A – microUSB para carregar o quadro. Porém, a caixa não traz o adaptador para a tomada. No meu caso não é problema, já que colecionei vários de outros dispositivos ao longo dos últimos anos, mas é algo a ter em atenção caso pretendam adquirir este Frame Speaker.

O guia rápido contém as habituais instruções de utilização do aparelho, apresentadas de forma bastante elegante, um cartão do Club Energy para acumulação de pontos e ativação da garantia de 36 meses, um aviso de informação legal, um pequeno desdobrável promocional de demais aparelhos de som da marca, sete autocolantes e um cartão de apresentação do artista que concebeu a arte frontal do quadro. No nosso caso, trata-se do fotógrafo espanhol Samuel Cano. Considero este último pormenor de bastante bom gosto.

Quanto ao comando, o mesmo é de cor preta, bastante leve e discreto, funcionando mediante duas pilhas AAA incluídas na embalagem. Quanto aos botões, os mesmos, apesar serem de borracha, são de boa qualidade, resultando em interações bastante satisfatórias. A exceção vai para o botão de ligar e desligar, que considero ser demasiado grande e inconsistente – a sensação de carregar no centro do botão é completamente diferente da de carregar numa posição menos central, piorando quanto mais longe pressionarmos do centro. Neste aspeto, um botão menor seria bastante melhor.

No que toca à afixação do quadro, o mesmo deve ser afixado na vertical com os botões a constar no lado esquerdo da moldura, dado que é esta a posição permitida pelos suportes que constam nas costas da moldura. Não tem nada que enganar.

Recomendo, no entanto, atenção quanto ao local onde decidem fixar o quadro, pois caso não pretendam estar sempre a retirá-lo da parede para carregar a bateria, o quadro deverá ser afixado, no máximo, a 1,60 metros de distância de uma tomada, dado que este é o comprimento do cabo. Claro, podem tentar arranjar um cabo maior.

Energy Sistem Frame Speaker

De acordo com informação da marca, a bateria demora cerca de sete horas a carregar na totalidade, reproduzindo até 20 horas de música no volume médio. Como seria de esperar, este é um valor aproximado.

A autonomia depende do volume selecionado e do tipo de música a reproduzir, mas posso avançar que, nas últimas três semanas, passei bastante tempo em casa, tendo utilizado o quadro todas as manhãs e quase todas as tardes, pelo que apenas precisei de carregar a bateria por três vezes. Importa também referir que o manual do produto avança que, com o volume no máximo (definição que raramente utilizei), o tempo estimado da bateria será de cinco horas. Quando faltam apenas 10% de bateria, o quadro emite um aviso sonoro.

Relativamente à moldura, a mesma é inteiramente composta por madeira, à exceção do painel lateral, onde constam as entradas USB e micro SD, bem como os botões de ligar/desligar, mudar modo reprodução e regular o volume de reprodução.

Para a parte frontal existem três opções de escolha: Forest, East Beach e Flamingo. Para esta análise, decidimos avançar com um retrato fotográfico de uma calma e estóica floresta na Suíça. No entanto, é pena a seleção ser tão limitada, Além disso, não existe a possibilidade de personalização, e isso pode ser um problema, pois é possível que nenhum dos designs existentes combine com a decoração já estabelecida nos nossos lares.

A qualidade do som é bastante elevada, com bons graves derivados de altifalante próprio com 30W de potência, complementados por dois altifalantes para frequências médias de 10W cada, perfazendo um total de 50W. Para ajudar, conta ainda com bass reflex proporcionado por um corte na lateral direito da moldura com o efeito de aumentar as frequências baixas. Neste capítulo, este produto é francamente melhor que o Energy Sistem Smart Speaker que analisámos em fevereiro deste ano. Se tiverem também um segundo quadro semelhante, podem emparelhar ambos para aumentar o volume total, através da tecnologia True Wireless Stereo.

O emparelhamento com dispositivos Bluetooth é bastante standard, pelo que não tive qualquer problema em ouvir os meus podcasts habituais ou o último álbum de Childish Gambino. Atenção que, na primeira utilização do Rádio FM, são necessários alguns minutos para sintonizar as estações. Mas após essa primeira vez, as utilizações seguintes são quase instantâneas.

Resta, portanto, falar de dois tópicos: as funções que eu gostaria de ver num futuro modelo do Frame Speaker e o preço.

Quanto ao primeiro tópico, é uma pena o Frame Speaker não emparelhar com outros aparelhos da marca que não outro Frame Speaker. Exemplo disso seria o Smart Speaker que tenho e o facto de não ter a Alexa incluída. Caso fosse possível esse emparelhamento, tornar-se-ia num smart device, contribuindo, assim, de forma discreta, para um ecossistema de smart house. Estas são as duas principais recomendações para designs futuros, pelo que não constituem críticas aos design atual.

Quanto ao preço, importa referir que o mesmo é de 139,90€. O preço não é nada por aí além, porém, não recomendo que o comprem neste momento. É que, por vezes, a Energy Sistem faz algumas promoções, pelo que este Frame Speaker já chegou a custar 99,90€. Muito mais apetecível.

Texto de: Cláudio Araújo

Nota: Bom

Este dispositivo foi cedido para análise pela Energy Sistem.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,688FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
622SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Análise – Destroy All Humans!

Conquistem a Terra neste regresso a 2005.

Smartphones da OPPO já estão à venda na Vodafone

Vantagem? Podemos usar os pontos que temos e abater na aquisição dos equipamentos através do Clube Viva.
- Publicidade -

Mais Recentes

Portugal vai receber uma prova do Mundial de MotoGP

E à semelhança da Fórmula 1, este GP de Portugal também acontecerá no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

John Wick 5 confirmado para sair logo a seguir ao quarto filme

Os dois próximos episódios vão estrear com um ano de diferença.

Vem aí um jogo de Suicide Squad

Os criadores da série Batman: Arkham estão de volta.