Análise – Energy eReader Max – Leituras simples, utilização limitada

- Publicidade -

Dizer que este é um produto perfeito para amantes de livros pode ser um sacrilégio. O Energy eReader Max não oferece a experiência de abrir e folhear um livro, nem tão pouco o cheiro característico de um livro novo. Também não nos vai dar o prazer de ter prateleiras cheias com os nossos livros favoritos. Isto tudo porque, claro está, é um leitor eBook.

Pode ser uma solução para alguns e, até, uma preferência para outros. Apesar de não substituir um livro, tem consigo muitas outras funções que podem ser vantagens para os amantes da leitura.

Da espanhola Energy Sistem, o Energy eReader Max surge por 125€ e é o modelo intermédio da gama de leitor de eBooks da marca.

Muito fino e muito leve, apresenta-se com um ecrã de seis polegadas de tecnologia e-Ink anti-reflexos a preto e branco (com 16 níveis de cinza), 8GB de memória interna para armazenamento de dados e que funciona com sistema operativo Android.

A nível de aspeto e elementos que compõem este dispositivo, o Energy eReader Max é bastante ergonómico. Com o seu ecrã de seis polegadas, o seu corpo tem as dimensões de um pequeno tablet.

Ao ser fino e leve, como referimos, é um dispositivo excelente em termos de portabilidade e que conta com um manuseamento bastante prático. Revestido com um material antiderrapante opaco, dificilmente nos vai escorregar das mãos.

Com uma moldura simétrica e com dimensões iguais em cada um dos lados, na parte frontal encontramos vários botões. Em baixo, centrado, um botão de ação para abrir menus e retroceder.

Este dispositivo tem excelentes características e uma ergonomia física perfeita para uma utilização frequente. Como inclui uma versão Android própria para este tipo de equipamentos, acaba por ganhar uma enorme flexibilidade na compatibilidade de ficheiros de leitura como TXT, PDF, EPUB, FB2, HTML e MOBI, e, até, de imagens como JPEG, BMP, PNG e GIF. Claro, essa apresentação dos ficheiros será sempre limitada tendo em conta o dispositivo que estamos a utilizar.

O sistema operativo abre também a possibilidade de podermos aceder à Internet para visitar páginas ou receber e enviar emails, além de descarregar aplicações compatíveis no Google Play Store.

No que toca à utilização para leitura, o Energy eReader Max permite uma organização de conteúdo por gestão de pastas e ficheiros, sendo que os documentos de leitura recentemente lidos ou adicionados aparecem em destaque no ecrã principal.

Ler os livros é tão fácil como clicar neles e começar a ler. O Energy eReader Max permite a alteração do tipo de fonte, assim como o seu tamanho, a colocação de marcadores em porções de texto, contando, ainda, com funções básicas de copiar colar. A navegação entre páginas pode ser feita via arrasto ou pelos botões físicos laterais.

Um dos problemas com os quais me deparei foi a impossibilidade de me ligar à rede. Isto surge como um aspeto desapontante, uma vez que iria facilitar a transferência de ficheiros armazenados no Google Drive. Também teria sido interessante ver como se comportava na navegação de websites, ou que tipo de aplicações compatíveis é que temos à nossa disposição. Mas tal não foi possível.

Também desapontante é a sua performance. Claro que não esperamos a fluidez e o desempenho de um tablet ou smartphone, mas deparámo-nos com um comportamento algo mais lento do que o expetável, com momentos em que dava ideia que não respondia por completo.

Energy eReader Max

Este aspeto, aliado a algumas manhas de utilização, também se pode tornar irritante, como a sua proteção de ecrã, que apresenta a capa do último livro usado, mas que só responde carregando no botão Home. Até aprender, a solução parecia passar pelo reiniciar do dispositivo.

Um aspeto bastante positivo, e neste caso devido à sua natureza de utilização e à tecnologia do ecrã e-Ink, é o facto da bateria durar grandes períodos de tempo sem carregar. Estamos a falar em cerca de duas semanas, o que poderá ser ótimo para levar em viagem.

O Energy eReader Max funciona para aquilo que se pretende. No entanto, são as suas funcionalidades extra que deixam a desejar neste pequeno leitor e que, provavelmente, também o encarecem. Assim, pelo seu valor e versatilidade, talvez a melhor opção seja saltar este leitor e apostar num tablet, como o Energy Tablet 8 Max 3, da mesma marca.

O equipamento foi cedido para análise pela Energy Sistem.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome