Análise – Creative SXFi Air Gamer

Extremamente completo. Em algumas partes, até demais.

- Publicidade -

Quando um par de auscultadores me chega às mãos antes de ver o quão confortáveis são, ou o quão bem soam, importa-me também saber onde é que os posso usar. São exclusivos a uma plataforma/tipo de dispositivo, posso usar em mais do que um dos meus gadgets, ou posso usar em todos? E que tipo de ligações são requeridas? Pois bem, com os Creative SXFi Air Gamer essa resposta ficou rapidamente respondida, mas não de forma simples. E por boas razões.

Se estão à procura de um par de auscultadores de média gama para jogos, comunicação e consumo multimédia, os Creative SXFi Air Gamer são OS Auscultadores. Muito resumidamente, são compatíveis com tudo e incluem todas as ferramentas necessárias para se usar.

Querem usar via Bluetooth 5.0 no vosso smartphone, tablet ou PC? É só sincronizar! Querem usar a porta auxiliar dos vossos comandos de consolas ou placa de som e ao mesmo tempo poupar bateria? Há um cabo áudio de 3.5mm para usar. Querem tirar partido da ligação USB, via USB Type-A ou Type-C e carregar o par? Também é possível. São raros, mas existem, e os Creative SXFi Air Gamer são, provavelmente, o par mais completo e versátil que já me passou pelas mãos. Agora, será que são também bons?

Se tiver que definir os Creative SXFi Air Gamer, diria que têm estilo e que são funcionais, mas em substância há algo que lhes falta. Da sua apresentação arrojada para aliciar os “Gamers” com a sua iluminação “holográfica”, segundo a Creative, este é um produto de aspeto relativamente futurista, mas com linhas muito tradicionais.

Confortáveis de se usar, graças ao ajuste das cúpulas e ao material respirável das almofadas, os Creative SXFi Air Gamer não são propriamente do mais premium que há, mas oferecem a segurança e o nível de qualidade expectável para um par desta gama.

No lado esquerdo encontramos toda a sua interface que inclui um botão para o modo SXFi, um leitor de cartões micro-SD para ouvir conteúdos de forma autónoma, o botão do Bluetooth, a entrada áudio de 3.5mm, a porta USB Type-C, entrada para o microfone – por defeito tem um segundo microfone mais discreto inserido – e, por fim, o botão de power.

E leram bem, existe um segundo microfone, o tradicional de braço comprido destacável e um mais discreto. Ambos são excelentes na captura de som e distinção do som ambiente. Sendo que o mais pequeno, o NanoBoom Mic, é desenhado para que o utilizador o possa usar com maior conforto fora das sessões de jogo e fora de casa, mas conectado em sessões de chat ou até telefonemas. É uma decisão estranha, mas que acrescenta um nível de versatilidade ainda maior a esta solução.

A nível de som, os Creative SXFi Air Gamer são fantásticos, com os seus drivers de 50mm e um excelente isolamento. O som é encorpado e extremamente rico, com muita maleabilidade de se equalizar para diferentes cenários. Por defeito temos um som bem preenchido e espaçado que é uma delícia de se usar, por exemplo, com Dolby Atmos no PC e na Xbox ou o audio Tempest 3D da PlayStation 5, quando ligado ao DualSense.

Menos interessante é talvez o grande ponto de venda dos Creative SXFi Air Gamer: a parte da tecnologia SXFi. A Creative volta a tentar oferecer uma solução personalizada de equalização através do scan da nossa cabeça via aplicação móvel. Não só todo o processo de configuração é chato e desesperadamente complicado ao termos que pedir a alguém para usar o smartphone para criar o perfil, como sempre que usei o dito perfil criado com inteligência artificial da aplicação, o resultado era um som bem mais seco e vazio do que os Creative SXFi AirGamer são capazes de oferecer por defeito. Por isso, se é isto que procuram neste par, talvez não seja o aspeto mais revolucionário.

Também pouco revolucionário são os controlos por toque no lado esquerdo dos Creative SXFi AirGamer, que usam a sua área lateral para pequenos gestos, semelhante ao que encontramos atualmente em soluções áudio mais caras com Cancelamento de Ruído Ativo. Neste caso, essa tecnologia não é encontrada, mas a gestão de volume, ativação de chamadas ou troca de faixas está presente e funciona bem depois de uma pequena curva de aprendizagem. No entanto, é algo que, como seria de esperar, só está ativo em modo sem fios.

Mas seja com ou sem fios, os Creative SXFi Air Gamer são uns vencedores pela sua oferta. Bem construídos, de qualidade bem acima da média e outras funções que se calhar são um pouco demasiado. Por cerca de 139,99€, não há dúvidas que será uma opção a ter em conta, especialmente se for para usar em mais do que uma circunstância. 

Recomendado

Este dispositivo foi cedido para análise pela Creative.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Análise – Creative Stage V2

Uma barra de som com um subwoffer dedicado que, em conjunto, podem fazer maravilhas para quem tem televisores mais antigos.

Análise – Creative Live! Cam Sync 1080p

Sorri, estás a ser filmado.

Creative aposta no som para a sala com a barra Creative Stage V2

Preparada para sessões de jogos e de filmes.

Análise – Creative SXFI Gamer

Confortáveis, versáteis e imersivos.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Festival Authentica reconfirma De La Soul e Nothing But Thieves para 2022

O Authentica receberá cerca de 30 artistas internacionais e nacionais.

Centro Expositivo do Promontório de Sagres deve abrir no início de 2022

A empreitada, que ascende a cerca de 1,5 milhões de euros, está na fase da construção da cenografia.

Uber Pet. Novo serviço permite que os utilizadores viajem na companhia dos seus animais de estimação

Numa primeira fase, esta novidade está somente disponível em Lisboa, Porto e na região do Algarve.