Amor Y Odio. O novo restaurante do SEAME Group é, para já, um exclusivo digital

Os responsáveis prometem uma loja física quando a pandemia de COVID-19 estiver controlada.

Amor Y Odio
- Publicidade -

Não é a primeira vez que falamos aqui em novos conceitos digitais, seja ou não de forma temporária. Afinal de contas, em tempos de pandemia, com restrições e, consequentemente, menos clientes, há quem opte por trabalhar sem um espaço físico onde possa receber pessoas.

Se, por um lado, tal pode significar menos receitas, a não existência de um estabelecimento faz poupar imenso dinheiro, seja com licenças, rendas, etc. E talvez tenha sido essa a forma de pensar do SEAME Group, que se aventura agora nos sabores mexicanos com um novo restaurante digital (mas que haverá de ganhar uma loja física).

Chama-se Amor Y Odio, já está disponível na Glovo e tem nos burritos o prato estrela.

No Amor Y Odio há três diferentes: El Original (9€) com o típico arroz e pasta de feijão; o San Diego Style (9€), que em vez do arroz e feijão habitualmente tem batata frita, mas no Amor Y Ódio inclui batata doce; e o Desnudo (9,75€), igual ao Original, mas sem tortilha.

A escolha pode ser difícil, mas ajuda a que o burrito seja o mais personalizado possível, mediante o gosto e o apetite de cada cliente: pode ser de porco, frango, chilli, camarão, vegetariano com tofu e cogumelos, ou surf&turf, numa junção feliz entre camarão e carne de porco. Depois, o estado de espírito ditará se a opção do molho incidirá sobre o mexicano (que junta o molho de tomate aos jalapeños, à quindilla, e ao pimentão vermelho), a salsa verde (cuja cor vem dotomatillo, o ancestral e típico tomate verde tão usado na cozinha mexicana), ohabanero (com pimentos vermelhos, cebola, alho, malagueta, entre outros) ou ochipotle (molho típico de pimenta vermelha, feito com jalapeños maduros fumados).

Antes, para entradas, têm duas opções de Totopo, as estaladiças tortilha chips. Há normais ou picantes, sempre com cheddar, guacamole ou pico de gallo, a famosa receita típica mexicana, com tomate, cebola, coentros, azeite lima e jalapeños (3,50€). Para acompanhar, está disponível a típica Chelada, com cerveja, sumo de limão e gelo (3,50€). Quem prefere “apenas” cerveja mexicana, pode optar pela Sol (3,50€), pela Corona (3,50€), ou pela Coronita (3€).

Já para quem preferir um “tudo incluído”, saibam que a marca dispõe de dois menus para o efeito: o Sencillo tem burrito e bebida (11,50€) e o Completo inclui totopos, burrito e bebida (14€).

De resto, fiquem a saber que, ainda este mês de novembro, o SEAME Group irá abrir uma unidade de produção para entregas na Parede, expandindo pela primeira vez a entrega à linha de Cascais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Restaurante Mito, no Porto, lança app para encomendas online

Uma solução para estes tempos de confinamento.

Queluz já tem um restaurante Burger King

É o primeiro estabelecimento Burger King a ser inaugurado em 2021.

Setúbal vai contar com um novo restaurante La Picanha em breve

A abertura acontecerá assim que o Governo permitir que os restaurantes possam receber novamente os clientes.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

A Vida do Sousa. Série protagonizada por Hugo Sousa chegou ao YouTube

Uma excelente oportunidade para quem não conseguiu ver a série na SIC Radical.

Lisboa Comedy Club ganha uma segunda vida

Para já, e enquanto não é possível receber público, podem alugar espetáculos e mandar vir hambúrgueres através do Uber Eats.

Neowintech – Um marketplace de última geração para as vossas finanças

Costuma dizer-se que a mudança é a única constante no mundo, e as coisas parecem ser mesmo assim.