Estará a Amazon a trabalhar num concorrente do YouTube?

É algo prematuro afirmar que a gigante do comércio online está a produzir um rival da plataforma de vídeo da Google, mas essa ideia pode nem ser assim tão descabida.

- Publicidade -

Foi no início deste mês que a Google anunciou a remoção da aplicação do YouTube do Amazon Fire TV e do Amazon Echo Show, um equipamento com um ecrã pequeno e com as proporções ideais para ver vídeos curtos. Nesse mesmo dia, a Amazon fez o pedido de registo para duas novas patentes: Amazontube e Opentube.

A descrição destas patentes refere “oferecer serviços que disponibilizam conteúdo pré-gravado de vídeo e áudio a ser transmitido através da Internet”, ou seja, são descrições muito vagas e que podem abranger praticamente tudo, o que se enquadra perfeitamente na forma de funcionamento do Youtube.

E não, não estamos a falar do serviço de streaming Amazon Video, que é um concorrente de serviços como a Netflix, mas sim de um portal online inteiramente novo.

A Amazon já tem um serviço parecido. Chama-se Amazon Video Direct e permite carregar vídeos que podem ser vistos pelos utilizadores da modalidade Amazon Prime. Ora, este não é, de todo, um concorrente do YouTube, até porque a sua atuação fica muito limitada, mas a nova ideia da tecnológica pode levar à extinção deste serviço para dar lugar a outro mais abrangente.

Há também a possibilidade de este Amazontube/Opentube ser uma aplicação que irá correr em exclusivo nos produtos Amazon, até porque a empresa de Jeff Bezos quer ter vídeos nos seus produtos, mas com um layout diferente daquele apresentado pelo YouTube.

Contudo, seria muito mais interessante se surgisse um verdadeiro concorrente da plataforma da Google. Afinal de contas, a gigante de Redmond domina este segmento de mercado e pulveriza a concorrência, pelo que seria muito interessante assistir a uma guerra entre dois serviços.

Além disso, o YouTube é cada vez mais popular, mas as queixas das suas estrelas, os youtubers, são cada vez em maior número, pelo que, se surgisse uma verdadeira alternativa com possibilidade de bons ganhos, muitos youtubers poderiam mudar-se para uma nova plataforma e deixar a Google em maus lençóis.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Amazon dá luz verde para uma segunda temporada de Good Omens

Michael Sheen e David Tennant estão de volta aos seus papéis.

Amazon. Nunca comprem nada diretamente a vendedores externos

Se o fizerem, poderão ser alvo de burla, uma vez que deixam de estar protegidos pelas garantias da própria Amazon.

Amazon dá luz verde a uma segunda temporada de The Wheel of Time

E a primeira temporada ainda nem sequer estreou.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

NOS Wi-Fi vai ser descontinuado em agosto

Estavam a contar com o serviço quando fossem de férias para aceder à Internet? É melhor pensarem em alternativas.

Domino’s Pizza abre segunda loja em Braga

É a 40ª loja da marca em Portugal.