Al-Andaluz, O Legado. Nova série do Canal História vai contar-nos tudo sobre este período único na história da Península Ibérica

Uma nova produção original de seis horas que contou com a participação de mais de 80 especialistas de mais de 20 instituições como museus, universidades ou locais arqueológicos. Al-Andaluz, O Legado estreia este mês.

Al-Andaluz, O Legado
- Publicidade -

Al-Andaluz foi durante séculos um grande foco de civilização graças à sua receção de conhecimentos do Oriente e às suas próprias contribuições. Marcou um antes e um depois na Península Ibérica, mas a sua cultura, costumes e influências não se extinguiram, ainda estão presentes. Com esta premissa, a partir do próximo sábado, 24 de abril, às 22h15, o Canal História estreia em exclusivo Al-Andaluz, O Legado, a sua nova produção original que, ao longo de seis horas, analisa as marcas incalculáveis deste período único na história da Península Ibérica, recuando ao passado para descobrir os seus estudiosos mais céleres, bem como a origem de conhecimentos, tecnologias, objetos e costumes que agora encontramos todos os dias e que devemos ao período andaluz. Uma herança rica, sem a qual a história de Espanha e Portugal seria completamente diferente.

Com um tratamento rigoroso e com a participação de mais de 80 especialistas, a série resgata a herança andaluza na Península Ibérica para ajudar-nos a entender melhor como funciona o mundo tal como o conhecemos hoje em dia.

Episódio a episódio, Al-Andaluz, O Legado mostra como a Espanha andaluza utilizou a ciência e o conhecimento para unificar uma sociedade muito diversa e descobre génios comparáveis a Leonardo Da Vinci, o primeiro voo da humanidade, o desenvolvimento da cirurgia, as origens da nossa tecnologia moderna, as influências culinárias, bem como o grande legado arquitetónico, literário e artístico. Além disso, a série documental expõe de uma forma nunca antes vista não só lugares emblemáticos como a Alhambra, Medina Azahara ou a Mesquita de Córdoba, mas também outras riquezas menos conhecidas que nos deixou este período, como os moinhos de água, moinhos de papel, moinhos de vento, grandes noras de água, carruagens, jardins, sistemas de canalização entre outras.

Nesta aventura, o Canal História já visitou e registou mais de 30 locais históricos e percorreu toda a Península. Trata-se de uma série realizada integralmente durante a pandemia que envolveu um esforço de quase 60 dias de gravação durante três meses e centenas de horas de filmagens. Cada episódio aproxima-nos de um sábio andaluz através de recriações históricas com trajes de cada época especialmente concebidos e produzidos para o projeto. Estas recriações foram filmadas em locais históricos como a Torre de Calahorra, os Banhos do Alcácer do Califa ou os Jardins Alcázar de los Reyes Cristianos, em Córdoba.

Este profundo trabalho de documentação e pesquisa histórica também foi apoiado por acordos de colaboração com instituições públicas, como a Escola de Estudos Árabes de Granada do CSIC, FUNCI e a Casa Árabe.

Os dois primeiros episódios serão exibidos a 24 de abril, o terceiro e quatro a 1 de maio e o quinto e sexto dia 8 de maio.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Sabine Wren vai aparecer em Ahsoka para o Disney Plus

A nova série de Star Wars vai contar com uma das personagens favoritas dos fãs de Star Wars Rebels.

Heels renovada para uma segunda temporada

Preparem-se para mais combates e histórias de bastidores.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Resident Evil: Welcome to Raccoon City

Infelizmente, ainda não foi desta que surgiu um filme genuinamente bom de uma adaptação de Resident Evil para o grande ecrã.

Nazaré cancela eventos de rua do Carnaval 2022 e ativa Plano Municipal de Emergência

As regras no município podem apertar se o presidente da câmara assim o decidir.

Não haverá festas de passagem de ano no Algarve

E foram também canceladas várias iniciativas que integravam a programação de Natal.