Água Monchique regressa ao mercado com garrafas de vidro

Há algum tempo que não vemos as garrafas e garrafões da Água Monchique no supermercado. Isso deveu-se ao facto da Sociedade da Água de Monchique ter interrompido a produção e o fornecimento durante alguns meses na sequência do investimento de alguns milhões de euros que estaria a fazer na requalificação e modernização da unidade fabril nas Caldas de Monchique.

Pois bem, há muitas novidades para partilhar. Num evento que decorreu ontem, dia 26 de fevereiro, em Lisboa, a empresa anunciou um investimento de 8,5 milhões de euros que irá permitir duplicar a capacidade de engarrafamento da produção. O objetivo? Poder disputar a liderança do mercado das águas minerais em Portugal.

Este investimento materializa-se na instalação de novas linhas de engarrafamento na unidade produtiva, que permitirá duplicar a capacidade de engarrafamento, passando dos 70 milhões de litros/ano para 140 milhões de litros/ano. De salientar que a empresa tinha já alcançado o máximo da sua capacidade produtiva instalada em 2017.

O aumento da capacidade produtiva vai ser acompanhado pela criação de mais 10 postos de trabalho

A nova Monchique

O investimento divulgado inclui ainda o rebranding da marca e o desenvolvimento de um novo packaging, com alargamento da gama disponibilizada ao mercado em termos de tara e de materiais. A partir deste ano, e em linha com o que são as exigências do consumidor e as tendências de mercado, vai ser possível adquirir Água Monchique em embalagem de vidro (0,75cl e 0,375cl).

Para além da nova imagem, a marca passa ainda a disponibilizar novas taras – 0,34, 0,51 e 0,72 (Sport).

Em paralelo com o desenvolvimento das novas garrafas, foi desenhada também uma nova identidade gráfica, onde o logótipo passa a ser mais clean, com lettering mais elegante e que tal como as novas embalagens segue os princípios da simetria e do equilíbrio. Já a célebre gota – ícone distintivo da Água Monchique – assume agora um maior protagonismo.

Além disso, os rótulos são também eles recicláveis, impressos num material transparente para transmitir a fluidez da água e a elegância da garrafa.

A nível cromático, a identidade da marca assenta na utilização da cor azul, que simboliza universalmente a água, e o grená, que é, desde há largos anos, a cor de destaque da Água Monchique, facilmente reconhecida pelas suas cápsulas.

Sabe-se que a Água Monchique vai ainda lançar em breve ainda uma aplicação móvel, a APP Monchique, para iOS e Android, que desafiará os utilizadores a registar o momento em que reciclam as garrafas de Água Monchique e a partilhá-lo nas suas redes sociais, acompanhado pelo hashtag #ecoselfie. É que fazer esta reciclagem irá garantir pontos que, posteriormente, poderão ser trocados por produtos. Não sabemos é quais.

A APP Monchique disponibilizará ainda a função de monitorização de consumo de água com análise de dados e respetivo histórico, um assistente virtual que sugere e aconselha o consumo de água para a manutenção de níveis de hidratação saudáveis, tendo em conta fatores como a meteorologia, a constituição física ou o estilo de vida do utilizador, entre outras potencialidades.

A reorganização de toda a estrutura produtiva operada na fábrica da Água Monchique teve como pilar essencial a redução da pegada ecológica da empresa.

A redução e a reutilização do plástico é outra das preocupações centrais nesta ‘nova era’ Monchique. A eliminação do consumo de plástico retrátil nas taras de 5 litros vai permitir que a empresa deixe de enviar para o mercado cerca de 25 toneladas de plástico de embalagem por ano.

Outra das mudanças prende-se com a redução em mais de 16% do peso do novo garrafão, o que permitirá poupar cerca de 100 toneladas de PET por ano. Outro fator relevante nesta busca pelo equilíbrio ambiental é o facto de as novas garrafas incorporarem na sua produção 30% de PET reciclado, cumprindo antecipadamente as metas europeias delineadas para 2030.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,850FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Água do Fastio celebra 100 anos com edição especial com rótulo comemorativo

O reconhecimento oficial da marca ocorreu em 1920, ano em que a Água do Fastio foi classificada pelo químico francês Charles Le Pierre como uma água mineral marcadamente hipossalina e, muito pura.

Já há uma bebida Martini sem álcool no mercado

Pode parecer algo estranho surgirem bebidas Martini sem álcool no mercado, mas deve-se tudo aos clientes, que acabam por procurar algo mais consciente.

Mango já poupa quase 4 milhões de litros de água na produção de calças de ganga

O mundo está num processo de mudança e a Mango também. A empresa introduziu novas técnicas na produção das...

Earth Water é a primeira água em Portugal a ser vendida numa embalagem de cartão

Numa altura em que todos nos tornamos tentar mais sustentáveis, porque não também começar pela água, que é vendida...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fórmula 1 – Grande Prémio de Portugal dá recorde a Lewis Hamilton

92. É este o número de vitórias de Lewis Hamilton enquanto piloto de Fórmula 1. Este fim-de-semana, no Grande Prémio de Portugal, em Portimão, o piloto britânico bateu o recorde de 91 Grandes Prémios ganhos, que pertencia ao alemão Michael Schumacher.

Análise – 9 Monkeys of Shaolin

Viajem até à China Medieval numa busca por vingança e muita ação.