24ª edição do CineEco premeia “Utopia Revisitada”

Terminou hoje, em Seia, a 24ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela e os vencedores acabam de ser revelados depois de uma semana na abordagem atual, pertinente e crítica sobre as questões que afetam o Ambiente e o lugar do Homem no planeta. O filme austríaco Utopia Revisitada, de Kurt Langbein, foi o grande vencedor da “Competição Longas do CineEco“, um retrato sobre os pioneiros da chamada nova sociedade e que aborda “experiências de modelos alternativos ao sistema capitalista globalizado, através da voz e de projetos de quatro empreendedores e ativistas sociais que criaram espaços onde é possível cooperar, compartilhar e preservar a natureza”.

- Publicidade -

O “Prémio Antropologia Ambiental – Liberty Seguros” foi atribuído a A Arca de Anote (Canadá) de Matthieu Rytz, documentário que retrata a odisseia de um povo prestes a ser engolido pelo mar fruto das alterações climáticas. Até À Ùltima Gota – A Guerra Secreta na Europa (França/ Grécia), de Yorgos Avgeropoulos, arrecadou o “Prémio Educação Ambiental – Associação Mares Navegados“, um filme que segue o rasto do dinheiro e dos interesses corporativos em seis países da União Europeia, tendo na questão da água uma reflexão crítica sobre a Democracia e os valores contemporâneos europeus.

Ainda na Competição Internacional Longas coube a Ponto Sem Retorno (EUA), de Noel Dockstader e Quinn Kanaly, conquistar a “Menção Honrosa”. A película retrata um dos maiores feitos da história da aviação – pilotar por todo o mundo um avião movido a energia solar.

E à 24ª edição o CineEco fez história

Seis mil pessoas visitaram o CineEco, 80 dos quais intervenientes, diretores de festivais e realizadores de cinema ambiental de 30 países como Malásia, Brasil, Irão, Sérvia, México, Japão, Colômbia, Espanha, França, EUA, Coreia do Sul, Alemanha, Canadá , Roménia, República Checa, Argentina, Croácia, Suíça, Albânia, Índia, Rússia e República Dominicana.

O CineEco — Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela decorre, ininterruptamente, há 23 anos em Seia e é o único festival de cinema em Portugal dedicado à temática ambiental. Trata-se de uma iniciativa do município de Seia que, cada vez mais, reúne a comunidade, escolas da região de Seia e restantes municípios envolventes. Este ano, seis mil pessoas compareceram ao festival, a grande maioria para assistir aos 10 filmes em Competição nas Longas Internacionais e que contaram com o contributo de 30 embaixadores locais, na promoção dos mesmos junto da Comunidade.

O CineEco 2018 não encerra atividade em outubro, partirá em itinerância já no próximo mês de novembro, com o intuito de levar mais longe o cinema ambiental a públicos diversificados de várias regiões do País. A primeira paragem será no Porto com um programa a ser anunciado muito em breve.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

26ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental acontece em outubro

E dará um grande destaque ao cinema ambiental português.

CineEco organiza 1º Encontro Mundial de Festivais de Cinema Ambiental

A 24ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela começa já no próximo...

CineEco Seia: Festival de cinema de ambiente está de regresso

Está marcada mais uma edição do CineEco Seia. Entre 13 e 20 de outubro, o Festival de Cinema Ambiental...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Arcane com estreia em simultâneo na Netflix e na Twitch

O primeiro episódio poderá ser visto em conjunto com milhões de fãs em todo o mundo.

Grupo Barraqueiro pretende usar carruagens espanholas para ligar Braga a Faro

O objetivo é tornar-se o primeiro operador ferroviário de longo curso em Portugal.

Vila Galé quer abrir hotéis nos Açores e em Tomar em 2022

Além disso, há planos para uma nova unidade hoteleira para crianças no Alentejo.