12ª Festa do Cinema Italiano foi a que teve mais espectadores até hoje

Ainda faltam as contas finais, é certo, mas o total de espectadores nas salas durante a 12ª Festa do Cinema Italiano ultrapassou os 15 mil espectadores, só em Lisboa. São números de celebrar, uma vez que este festival de cinema irá agora seguir para mais cidades de norte a sul do país.

- Publicidade -

De resto, é de realçar os filmes que ganharam prémios. Comecemos por Figlia mia, segunda longa-metragem de ficção de Laura Bispuri, que foi o grande vencedor do Prémio do Júri da 12ª Festa do Cinema Italiano. Figlia mia foi escolhido “pelo retrato de uma Sardenha quase selvagem e de uma criança perdida entre duas mulheres”, segundo adiantaram os membros do júri, Ana Cabral Martins e Marco Martins.



Já o vencedor do Prémio do Público TVCine & Séries foi Bangla, primeira obra de Phaim Bhuiyan e que, curiosamente, é também protagonista deste filme sobre um rapaz, de 22 anos, com origens do Bangladesh, que vive em Torpignattara, nos subúrbios de Roma.

De realçar ainda os convidados presentes na 12ª Festa do Cinema Italiano, casos de Alessandro Borghi, Matteo Rovere, Leonardo Guerra Seragnoli e Claudio Giovannesi, entre outros.

Entretanto, a 12ª Festa do Cinema Italiano seguirá para Abrantes (1, 8 e 15 de maio, no Cineclube – Espalhafitas), Beja (7 a 9 de maio, no Pax Júlia Teatro Municipal), Évora (14 a 17 de maio, no Auditório Soror Mariana), Tomar (14 a 18 de maio, no Cine-Teatro Paraíso), Caldas da Rainha (de 21 a 23 de maio, no CCC), Loulé (de 23 a 26 de maio, no Cine-Teatro Louletano), Funchal (setembro), Angra do Heroísmo, Santa Cruz da Graciosa, entre outras.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Crítica – Thunder Force

Thunder Force é mais uma peça de storytelling sem sentido e absurda de Ben Falcone, caraterizada por um humor insuportavelmente seco e forçado, para além de uma história facilmente esquecível.

Crítica – Voyagers

Voyagers possui uma fórmula bem-sucedida de ficção científica e leva-a por um caminho de desenvolvimento desinteressante, nada surpreendente e frustrantemente genérico.

ID No Limits passa para 2022

Mais um festival sem condições para realizar-se em 2021 e que é adiado para o próximo ano.

Conhecidos os primeiros nomes para a 5ª edição do Soam As Guitarras

Decorre em maio, junho e setembro em Oeiras, Évora, Póvoa de Varzim e Setúbal.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Clubhouse pode chegar ao Android já em maio

Não é uma certeza, até porque pode atrasar algumas semanas, mas uma coisa é certa: está quase a chegar.

Fibra ótica da NOS chega a mais 5,5 mil casas e empresas em Mafra

Até ao final do ano, o objetivo da NOS é cobrir praticamente 100% da área geográfica de Mafra.

Age of Empires IV chega este ano ao PC e Xbox e recebe novos vídeos de jogabilidade

Aconteceu durante a Fan Preview, onde foi possível ver o jogo em ação com mais detalhe.