10 dicas para melhorar e otimizar o vosso espaço de Home Office

O último ano veio alterar, talvez definitivamente, a forma como pensamos e usamos a nossa casa, desde logo devido à necessidade de fazermos dela o nosso local de trabalho.

dicas espaço Home Office
- Publicidade -

Como Maomé não pode ir à montanha (leia-se escritório), para que possam melhorar e otimizar o espaço que escolheram para Home Office e fazer com que a montanha vá ter convosco, fiquem com estas 10 dicas que preparámos.

10 dicas para melhorar e otimizar o vosso espaço de Home Office

1. Recorram a uma arrecadação self-storage

A maior parte das casas portuguesas não está preparada para o teletrabalho. Isto é um facto. Preparar um Home Office num ambiente que não foi concebido para o efeito vai exigir, desde logo, algumas arrumações.

Porém, a pergunta impõe-se: onde colocar tanta “coisa”?

Ao contrário do que acontecia até há uns anos, agora não precisam de atafulhar a garagem ou pedir a um amigo com espaço extra para guardar as coisas que retiraram do lugar onde querem montar o vosso Home Office: self-storages como a All Storage vieram em vosso auxílio.

Quando se trata de procura de espaço extra, alugar uma arrecadação self storage em Lisboa pode ser a solução que se adapta a todas as necessidades, inclusive para quem procura montar o seu Home Office.

Desde que não seja ilegal, perigoso, inflamável, perecível ou que esteja vivo, os vários mini armazéns disponibilizados pela All Storage, localizados no centro de Lisboa, podem armazenar um pouco de tudo por um período mínimo de um mês.

Estes mini armazéns, cujo tamanho varia entre 1 m2 e 25 m2, são convenientemente ventilados, têm meios de apoio ao transporte dos vossos bens dentro de cada unidade, estão acessíveis 24 horas por dia e vêm com a possibilidade de arrendamento com fechadura eletrónica.

2. Evitem interferências e distrações

Apesar de um escritório não ser um lugar onde estejam imunes a distrações e interferências da mais variada ordem, trabalhar de forma remota a partir de casa apresenta-se como imensamente mais desafiante a este nível.

Por isso, a primeira coisa a fazer é deixar claro a quem viva convosco (caso se verifique) que não devem ser interrompidos durante o horário de expediente.

De igual modo, não se percam entre notificações e redes sociais, que são as interrupções mais perigosas pelo seu cunho “viciante”. Se já sabem que não vão resistir a este apelo, definam momentos de pausa a cada hora de trabalho (5 minutos, por exemplo) em que podem satisfazer a vossa vontade de se manterem conectados socialmente.

3. Escolham um lugar tranquilo e com boa iluminação natural

Depois de armazenados os “sobrantes” e “abafadas” as distrações, procurem o lugar mais tranquilo, isolado e silencioso da casa para montarem o vosso Home Office.

Naturalmente, terá que ser um lugar limpo, mas há que também ter em atenção a iluminação natural que este oferece e ao arejamento do espaço. Estes fatores têm um impacto significativo na produtividade.

4. Atenção à cadeira

Apesar das pausas que devem pontuar o teletrabalho, a verdade é que irão passar muitas horas sentados em frente ao PC. Devido ao esforço prolongado e más posturas, isto pode ter consequências na vossa saúde, especialmente no que à coluna diz respeito.

Por isso, na altura de escolherem onde deverão sentar-se, optem por uma cadeira ergonómica.

5. Boa ligação à Internet

Recheiem o vosso Home Office com todas as ferramentas de que vão necessitar para realizar o vosso trabalho e nunca se esqueçan que, sem uma boa ligação à Internet nesse espaço, não há teletrabalho que resista.

Verifiquem o sinal de wi-fi do local que têm em mente para montar o vosso Home Office ou ponderem pedir um router extra.

6. Façam da tecnologia um aliado

Apesar de estarmos constantemente “ligados à corrente”, a tecnologia pode ser um excelente aliado na manutenção do foco e dos níveis de motivação no teletrabalho.

Ferramentas de produtividade como o Google Now ou o TomatoTimer são bons exemplos disso mesmo.

Enquanto a primeira é uma aplicação que pode ser descarregada para smartphones, tablets e notebooks, desempenhando a função de assistente pessoal (faz pesquisas na Internet, envia mensagens e toma notas através de um comando de voz), o segundo é um relógio baseado na metodologia Pomodoro que sugere que se concentrem numa única tarefa por 25 minutos.

7. Não se esqueçam do bloco de notas

As ferramentas tecnológicas dão-nos um grande auxílio, mas não há escritório que se preze que não tenha um bloco de notas em cima da mesa para manter registos diários de tarefas, ideias ou anotações rápidas.

Tal como no escritório, estarão sujeitos a momentos com grande fluxo de trabalho, pelo que terão de lembrar-se de todos os detalhes para não deixarem passar “deadlines” ou aquele telefonema que requer alguma urgência.

8. Duplo monitor

La Palice não o diria melhor, mas dois monitores são sempre melhores do que apenas um. Um estudo realizado pela Samsung revelou que o uso de dois monitores aumenta em 28% a produtividade dos utilizadores.

Durante os testes que serviram de base ao estudo, quem utilizou o monitor extra conseguiu reduzir o tempo para a realização das tarefas.

Naturalmente, um monitor extra aumenta a área de visualização e torna o trabalho mais rápido e eficiente.

Por exemplo, podem manter as referências necessárias para a execução de uma tarefa num dos monitores e a respetiva produção no outro.

9. Tenham um armário sempre à mão

Apesar do digital dar uma ajuda, durante a vossa rotina normal no escritório da empresa podem não se aperceber que, sem o auxílio de estantes e armários, a confusão reinaria.

Equipem o vosso Home Office com este tipo de mobiliário e evitem que os documentos façam pilha. Para além da natural arrumação, a organização e a produtividade sairão a ganhar.

10. Utilização de cores neutras

Falámos da iluminação e de todo o material que deve constar do vosso Home Office, mas ainda nos falta abordar a cor do espaço. Mantenham as cores do ambiente em tons neutros. Para além de poderem ser um foco de distração, cores muito vivas podem provocar cansaço visual.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Oito dicas para proteger a nossa casa do frio e do mau tempo

São sugestões da Zurich Portugal que não só ajudam a garantir um maior conforto da família em casa, mas também a prevenir possíveis danos na habitação, equipamentos e mobiliário.

E porque não aproveitar a quarentena para melhorar a caligrafia?

O Estado de Emergência obrigou-nos a fazer uma pausa no ritmo frenético do estilo de vida habitual. E isto significa que, de momento, surgiram boas oportunidades para iniciar atividades ou hobbies que, até agora, se encontravam por explorar por falta de tempo.

10 dicas para utilizar em apps de socialização

É importante ter em conta que nada é 100% seguro.

Keep Safe, Keep cooking. Chef Rui Rebelo ensina-nos a cozinhar durante a quarentena

Responsável pelos restaurantes Oficina Craft Snackery e Oficina do Duque, o chef Rui Rebelo é daqueles que não ficar parado sem magicar alguma coisa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Nova funcionalidade da Bolt impede uso de trotinetes e bicicletas sob efeito de álcool

A nova funcionalidade tem como objetivo promover viagens mais seguras para os utilizadores e para os restantes ocupantes da via pública.

Harry Potter: Hogwarts Tournament of Houses chega ainda este mês à HBO Portugal

Está a chegar o evento de competição do mundo mágico de Harry Potter apresentado por Helen Mirren.

Mercadona abre supermercado em Valongo

É o 28º supermercado da cadeia em Portugal.