- Publicidade -

Zero Latency, a maior experiência de realidade virtual do mundo, chega agora a Portugal

-

- Publicidade -

Já passou por países como o Japão, Austrália, Estados Unidos, México e Espanha, chegando agora a Portugal, mais especificamente ao Dolce Vita Tejo, em Lisboa, naquela que será a segunda aventura na Europa. Chama-se Zero Latency e é a maior experiência de realidade virtual do mundo.

Esta empresa tem-se especializado em criar arenas VR em espaços de até 400m2, onde um máximo de oito jogadores em simultâneo podem experimentar diversos tipos de jogos.

Aqui não há cabos, acessórios ou qualquer tipo de estrutura. O objetivo é simular uma experiência imersiva no mundo do VR com sistemas completamente autónomos e portáteis que simulam cenários virtuais.

Existem vários tipos de jogos disponíveis, sendo que é possível jogar em equipa, até ou sozinho, andando livremente pelo espaço de jogo a descobrir alguma coisa.

Para já ainda não se sabe o preço dos bilhetes para a versão portuguesa, sendo que o mesmo varia em função dos dias e o facto de existirem, ou não, promoções. Cada sessão tem uma duração de 60 minutos e o tempo de jogo será de aproximadamente 30 minutos, podendo variar do tempo em que uma pessoa demorar a equipar-se.

No caso do espaço do Dolce Vita Tejo, um máximo de seis jogadores em simultâneo poderão mover-se num espaço de 225 m2 e não haverá possibilidade de chocar contra uma parede graças aos mecanismos de segurança.

A experiência é indicada para maiores de 13 anos, e, se por acaso estão preocupados com possíveis enjoos ou náuseas,  apenas 1,76% dos jogadores sofreram deste mau-estar desde a abertura da empresa em 2015.

Ate final do ano, a empresa espera ter em funcionamento 18 centros a nível mundial espalhados por oito países.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,237FãsGostar
4,047SeguidoresSeguir
507SeguidoresSeguir

Mais Recentes

Crítica – Bloodshot

Os poucos bons momentos de ação e um conceito cativante mal conseguem manter Bloodshot a respirar. É uma das piores obras do ano.

The Last of Us Part II é novamente adiado, desta vez por causa da COVID-19

Segundo a Naughty Dog, este adiamento será para garantir que todos possam tirar partido da experiência de jogo ao mesmo tempo.

Quarentine Film Festival desafia-nos a realizar uma curta-metragem através do smartphone

O Quarentine Film Festival surge de uma ideia do realizador Gonçalo Morais Leitão e visa estimular a criatividade de todos nós.

Lisbon Bar Show adiado para 2021

Estava previsto acontecer a 19 e 20 de maio, mas infelizmente não existem condições para a produção...

Análise – Control: The Foundation

The Foundation expande o mundo de Control com uma nova missão, novas áreas e habilidades, num pacote delicioso para os fãs que querem mais aventuras neste mundo e que procuram um desafio à altura das suas habilidades acumuladas durante o jogo original.
- Publicidade -