Yorn X transforma-se em Yorn Z a partir de 30 de março. E com piores condições

- Publicidade -

Os novos clientes vão ficar com condições bem piores que os atuais.

Em novembro do ano passado, a ANACOM aprovou um sentido provável de decisão em que determinava aos prestadores de serviços de acesso à Internet (PSAI) a cessação das ofertas zero-rating e similares que discriminassem, com fundamento em questões de ordem comercial, entre o tráfego relativo a aplicações zero-rated e o restante tráfego.

Anos antes, em 2018, a ANACOM tinha recomendado às operadoras de telecomunicações uma aproximação dos volumes de tráfego entre os diferentes plafonds de utilização, preferencialmente por via do aumento dos volumes de tráfego dos plafonds gerais.

Tudo isto para referir que os tarifários que violam a neutralidade da rede “têm os dias contados”. Aliás, é já a partir do início de abril/início de maio que aquelas ofertas de “apps sem gastar net” (que na verdade nunca foram verdadeiramente ilimitados) desaparecem de vez.

No passado mês de fevereiro, a MOCHE começou a avisar os seus clientes dessas alterações. Já este mês de março, foi a vez de a Yorn alertar os seus clientes para estas mudanças, pelo que diz assim adeus aos pacotes de 15 GB para apps e 5 GB para apps de vídeo, incluídos nos tarifários Yorn X.

De acordo com o que se pode ler aqui, a partir de 1 de maio, passa a existir um único pacote de GB para os clientes usarem como quiserem. O curioso é que os tarifários acabam por ser reforçados.

Por exemplo, no caso do Yorn X 5GB, que contemplava 5GB de dados móveis de uso geral, 15 GB para apps e 5 GB para apps de vídeo, dava um bolo total de 25GB. Com as alterações, esta tarifário passa a contar com um total de 30GB de internet móvel. Na prática, falamos de um ganho de 5GB/mês.

Já para quem tem o tarifário Yorn X 10GB, fiquem a saber que, a partir de 1 de maio, terão um total de 50GB de dados móveis para gastarem como bem entenderem. É um excelente boost, tendo em conta que, até aqui, do valor todo, era um tarifário que nos dava um total de 30GB.

Outra boa notícia é o facto de a Yorn ter prolongado as ofertas de subscrição de TIDAL HiFi e HBO Max até dia 31 de julho para os clientes que se encontrem atualmente nos tarifários Yorn XM 5GB e Yorn XL 10GB.

As restantes condições dos tarifários Yorn X, incluindo o valor do atual débito semanal, mantêm-se inalteradas. Mas isto tudo já se sabia. A grande novidade é que os tarifários Yorn X vão deixar de existir já a partir de 30 de março, dando lugar aos tarifários Yorn Z. Se isto é bom? Nem por isso.

Novos clientes Yorn Z vão sair prejudicados face aos clientes Yorn X

Na página oficial da Yorn, reparamos que os tarifários Yorn Z terão quatro modalidades:

yorn z
  • 5GB/mês por 2,95€ por semana (direito a três meses de Tidal e três meses de Amazon Prime)
  • 10GB/mês por 4,10€ por semana (acesso ao Tidal até 31 de julho de 2023 e três meses de Amazon Prime);
  • 20GB/mês por 5,30€ por semana (acesso ao Tidal até 31 de julho de 2023 e acesso ao Amazon Prime até 31 de julho de 2023);
  • 30GB/mês por 6,35€ por semana (acesso ao Tidal até 31 de julho de 2023 e acesso ao Amazon Prime até 31 de julho de 2023).

Qual é o senão aqui? É que, face às condições atuais, as condições apresentadas pelos tarifários Yorn Z são claramente piores.

Por exemplo, se olharmos para o Yorn XL 10GB/mês, reparamos que, neste momento, é um tarifário que dá 10GB de dados móveis de uso geral, 15 GB para apps e 5 GB para apps de vídeo, num total de 30GB/mês. Com as alterações entretanto comunicadas pela Vodafone, a terem efeito a partir de 1 de maio, este será um tarifário a oferecer um total de 50GB de dados móveis por mês, tendo um custo de 5,35€ por semana.

Ora, o valor mais parecido do novo tarifário Yorn Z é a modalidade de 20GB/mês, que custa 5,30€ por semana… Mas lá está: neste caso, não há transição de GB de dados móveis para apps dedicadas, como acontece com os tarifários Yorn X. Por outras palavras, paga-se sensivelmente o mesmo, mas um dos tarifários vai dar 30GB/mês a mais do que o outro. É uma diferença surreal para os preços praticados.

Se tiverem interesse num tarifário Yorn, o melhor que têm a fazer é registarem-se enquanto clientes de modo a que possam apanhar as atuais condições.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

Mais recentes