fbpx

Web design e desenvolvimento de website entre os projetos informáticos mais requisitados pelos portugueses em 2017

A partir de dados recolhidos na sua plataforma ao longo do último ano relativos à quantidade de serviços e orçamentos médios praticados por profissionais e empresas na área de informática, o marketplace online de serviços locais Zaask conseguiu perceber quais os projetos mais solicitados pelo portugueses em 2017 e os respetivos preços médios.

Desenvolvimento de websites e software educativo, assim como web design, foram os mais comuns, enquanto blog design e desenvolvimento de plugin para website são os serviços que os utilizadores da plataforma menos necessitaram. Em termos de orçamento, tanto o web design como o desenvolvimento de website representam valores médios de 450€, seguindo-se desenvolvimento de software educativo, cujo preço ronda os 510€.

De acordo com a plataforma, desenvolver uma app para mobile pode custar, em média, 1260€ por projeto, quase o dobro do que o desenvolvimento de uma página de Facebook, cujo valor ronda os 620€. Contudo, são mesmos os serviços relacionados com aplicações móveis que apresentam custos maiores, sendo que o terceiro projeto informático com o preço médio mais elevado é o design para apps.

Já para quem necessitar do desenvolvimento de um plugin para website ou da criação de uma base de dados, fiquem a saber que são projetos que se podem conseguir desde os 10€ e 110€, respetivamente.

De realçar que os serviços informáticos são das áreas mais bem remuneradas atualmente em Portugal. Segundo dados do último barómetro da Michael Page, quase metade dos profissionais do setor em Portugal recebe entre 35 e 55 mil euros brutos por ano, um valor bem acima da média nacional.


- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Gestão de redes sociais e marketing digital foram serviços muito requisitados no ano passado

Gestão de redes sociais continua a ser o serviço mais requisitado pelos portugueses, representando praticamente 30% dos pedidos totais relacionados com marketing digital em 2016 e 2017.

Startup portuguesa Zaask quer ser a “Amazon dos serviços”

O marketplace online de serviços locais consolidou a sua posição em Portugal, atingiu o break-even em 2017 e, para este ano, quer apostar cada vez mais na qualidade da plataforma e dos profissionais.
- Publicidade -

Mais Recentes

Escola de Medicina da Universidade do Minho lança plataforma de autoavaliação da saúde mental

A Escola de Medicina da Universidade do Minho, em colaboração com o seu Centro de Medicina Digital P5, desenvolveu uma plataforma gratuita que permite fazer uma autoavaliação da saúde mental.

Domino’s Pizza chegou a Leiria

A marca continua a sua expansão por Portugal.