Vodafone FM deixa o rock de lado em novo posicionamento de mercado

- Publicidade - trk
- Publicidade -

A aposta vai para sonoridades mais urbanas.

A partir de hoje, a Vodafone FM assume uma nova roupagem musical, num reposicionamento mais jovem e abrangente, com música composta por R&B, indie pop, soft hip-hop e soul.

Com 10 anos de existência, a Vodafone FM tornou-se uma referência e vai manter a aposta numa oferta de rádio de qualidade integrada num cluster alternativo, mas agora, dando resposta às novas tendências, abre o leque musical para sonoridades mais urbanas, abraçando públicos mais jovens, com gostos mais diversificados e contemporâneos.

Para Manuel Cabral, Diretor de Programas da Vodafone FM, “o reposicionamento da Vodafone FM permite uma especialização num cluster mais distintivo e simultaneamente num auditório mais extenso. É a transformação mais significativa que a estação está a implementar, sempre com o objetivo de continuar a ser uma rádio alternativa no mainstream musical. A Vodafone FM conta com a expertise da Media Capital Rádios na aposta num novo formato inédito em Portugal e na procura de novidades musicais assim como no acompanhamento de novas tendências. Manteremos o código genético da Vodafone FM na divulgação de novos artistas e continuaremos a ser um dos players mais fortes do setor”.

Por outras palavras, é caso para dizer que a Vodafone FM diz adeus ao rock e às suas variantes.

- Publicidade -

6 Comentários

  1. Horrível horrível horrível….ao fim de tantos anos a ouvir a mesma rádio sendo das poucas que gostava agora parece uma rádio banal insuportável de se ouvir! Tenho muita pena de terem perdido o bom conceito que tinham!

  2. É uma pena que se banalize uma rádio que era um ponto de referência no panorama nacional de música alternativa. Dei-me ao trabalho de ouvir a “nova rádio” durante uma viagem de 1 hora e…simplesmente horrível. Já não é a Vodafone FM, é outra coisa, mas próxima de uma Rádio Cidade ou uma Mega FM.

    No fundo, estamos cada vez mais a assistir a uma “bigbrotherização” da música: tudo fácil, barato, sem conteúdo, popular e fútil.

    • Completamente, gabo a paciência eu não consegui ouvir nem 10 minutos. Uma pena perderem a qualidade de música que tinham para se tornarem em mais uma rádio com a banalidade de todas!

  3. Boa tarde vodafone. Entendo toda essa situação. Mas não deixa de ser perda a nível cultural de música alternativa rock. É com tristeza que ao fim destes anos todos vou deixar de ouvir. Ouvi ontem e não consigo mais, peço desculpa mas vou deixar a Vodafone. Até um dia. Obrigado por tudo.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

Volbeat apresentam novo álbum em Lisboa

Os dinamarqueses Volbeat acabam de anunciar o muito aguardado regresso à estrada, para uma digressão pela Europa durante o outono deste ano.