Vilamoura Night Village promete ser o destino das noites algarvias de verão

- Publicidade -

Bliss, Lick e Bosq são as três discotecas aqui reunidas, num conceito que se diz ser “inovador”.

Foram dois anos sem aquelas noites loucas de verão no Algarve, mas 2022 promete um virar de página, e logo com um novo conceito que vai levar toda a gente a Vilamoura.

Chama-se Vilamoura Night Village, arranca a 22 de julho e é um novo conceito de diversão noturna no Algarve que reúne três discotecas: Bliss, Lick e Bosq (pela primeira vez no sul do país, algo possível após o encerramento no LX Factory). Este projeto nasce nas antigas instalações da velhinha Kadoc, onde apenas se encontrava o Lick.

Ao todo, poderão contar com mais de 40.000 m2 de espaço para dançar, incluindo ainda um espaço de boas-vindas, o restaurante mexicano Guaka e três parque de estacionamento com capacidade para mais de 2.000 veículos.

Mas calma. Apesar de se poder dizer que as rivalidades acabaram, cada discoteca continuará a funcionar autonomamente. Cada uma terá o seu espaço, a sua música e o seu público.

E antes de baterem o pezinho, há ainda o espaço Warm Up, onde podem conviver com amigos e beber um copo.

De acordo com os responsáveis pela ideia – DJ Kamala, Luis Evaristo, Luis Roman Lopez, José Rafael, João Magalhães e Paulo Ferreira -, o Vilamoura Night Village representa o maior investimento de sempre num espaço de entretenimento e diversão noturna no Algarve: foram necessários mais de cinco milhões de euros e a contratação de mais de 400 pessoas.

O Vilamoura Night Village estará a funcionar de 22 julho a 28 de agosto.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Gelatieiri. A nova gelateria de Vila Real de Santo António tem gelados bem cremosos

E faz-nos lembrar vagamente a La Romana, que fomos experimentar recentemente em Lisboa.

Chuva de reclamações tapa o Sol da Caparica. Afinal, o que se passou?

Mas as palavras de desagrado do público parecem não ter surtido qualquer efeito junto dos promotores.