Última Batalha Klandestina do ano acontece já este domingo

- Publicidade -

Esta é uma ideia criada pelo Café Klandestino com o intuito de dinamizar os domingos em Lisboa e proporcionar aos clientes e amigos da indústria de Lisboa e arredores uma tarde única, informal e de êxtase. Sim, estamos mesmo a falar da Batalha Klandestina, que vai ter a sua última edição de 2019 já amanhã, domingo, dia 29 de dezembro.

Para quem não conhece o conceito, as noites da Batalha Klandestina acontecem bimestralmente (por norma no Café Klandestino, mas nem sempre) e juntam, no mesmo espaço, entre seis a oito bartenders nacionais e internacionais com receitas de autor em que o objetivo é a partilha e diversão entre todos. Ou seja, apesar da denominação “Batalha”, acabam por sair todos vencedores, principalmente o público presente.

A única regra, por assim dizer, é que as bebidas têm sempre de incorporar uma referência da Viriathus Drinks, patrocinadora destes acontecimentos.

Batalha Klandestina

No caso dos bartenders/barmaids convidados, acabam por vir de todo o lado e, em algumas edições, até do estrangeiro, de forma a que a experiência seja mais completa e também para que todos possam conhecer outras técnicas e formas de trabalho.

Falando em específico na Batalha Klandestina de amanhã, acontece, lá está, no Café Klandestino, às 20h30, e irá contar com oito convidados: Vasco Martins (Meat Me), Mariana Reis (Café Klandestino), Diogo Petronilho (Rio Maravilha), Ana Camacho (Nogueira’s Porto), Miguel Castro Silva (A Tabacaria), Flavi Andrade (Rossio Gastrobar), Gonçalo Guedes (Machimbombo) e José Mendes (The Royal Cocktail Club).

A entrada nesta última Batalha Klandestina é gratuita. Quanto aos cocktails, cada um tem o custo de 8€, independentemente do autor.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes