Novo confinamento vai fazer com que a Uber Eats fique “menos acessível para os consumidores”

Resta saber o que isso quer dizer.

Alverca
- Publicidade -

Oficializado o novo confinamento geral, que começa amanhã, sexta-feira, dia 15 de janeiro, às 00h, muitos são os serviços que podem continuar a operar. Os restaurantes são um dos setores que podem funcionar, mas somente para takeaway ou entrega ao domicílio. Neste caso, ou os estabelecimentos têm serviços próprios ou, então, recorrem às plataformas de delivery, casos da Glovo, Uber Eats, Bolt Food, entre outras.

No decreto-lei, ficou regulamentado que as comissões das plataformas de delivery ficam limitadas em 20%, estando impedidas de aumentar os valores ou taxas de entregas. Pois bem, a Uber Eats já se pronunciou publicamente sobre esta situação.

“Apoiar o setor da restauração nesta pandemia tem sido uma das nossas prioridades no último ano. Desde março de 2020 que investimos financeiramente num plano para ajudar os mais de 6000 restaurantes e comerciantes – e as milhares de pessoas que dependem deles para trabalhar – continuando a garantir um serviço de entrega aos consumidores. O nosso foco é aumentar o volume de negócios dos restaurantes e ajudar na sua adaptação ao delivery”, pode ler-se numa curta nota enviada aos meios de comunicação.

“As limitações impostas ao nosso modelo de negócio, incluindo à nossa taxa de serviço, vão forçar-nos a alterar a forma como operamos, prejudicando todos os que utilizam a nossa aplicação e que queremos apoiar. Estas medidas tornam o serviço menos acessível para os consumidores, o que limitará a procura dos restaurantes e consequentemente as oportunidades dos milhares de pessoas que fazem entregas com a nossa aplicação. Vamos agora analisar as alterações necessárias, procurando minimizar o impacto negativo que esta alteração terá para todos neste novo confinamento”, conclui a plataforma.

Resta saber que alterações serão essas, mas podemos especular que o serviço poderá limitar, por exemplo, as zonas de entrega ou os restaurantes que surgem como disponíveis na plataforma.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Uber Eats volta a mexer nos preços e cria nova taxa para pedidos de baixo valor

Felizmente, vai existindo cada vez mais concorrência.

Uber Eats muda as regras do jogo e torna as entregas mais baratas para pedidos de baixo valor

Por outro lado, pedidos de valor elevado vão ficar ainda mais caros.

Uber Eats junta-se a várias marcas para entregar testes rápidos em casa

Podem escolher tanto testes PCR como antigénio.

Estafetas manipulam GPS para ganharem vantagem nas plataformas de delivery

A Uber sabe disso e já começou a avisar quem está a "jogar sujo".
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Pingo Doce chega pela primeira vez aos Açores

O sortido do espaço conta com muitos produtos regionais, fruto das parcerias feitas com 129 fornecedores dos Açores.

Continente abre primeira loja em Gouveia

Continua a expansão da marca da Sonae.

Lagoa dos Salgados será classificada como área protegida de âmbito nacional

Há 21 anos que, em Portugal, não era classificada nenhuma área protegida de interesse nacional.