Novo confinamento vai fazer com que a Uber Eats fique “menos acessível para os consumidores”

Resta saber o que isso quer dizer.

Alverca
- Publicidade -

Oficializado o novo confinamento geral, que começa amanhã, sexta-feira, dia 15 de janeiro, às 00h, muitos são os serviços que podem continuar a operar. Os restaurantes são um dos setores que podem funcionar, mas somente para takeaway ou entrega ao domicílio. Neste caso, ou os estabelecimentos têm serviços próprios ou, então, recorrem às plataformas de delivery, casos da Glovo, Uber Eats, Bolt Food, entre outras.

No decreto-lei, ficou regulamento que as comissões das plataformas de delivery ficam limitadas em 20%, estando impedidas de aumentar os valores ou taxas de entregas. Pois bem, a Uber Eats já se pronunciou publicamente sobre esta situação.

“Apoiar o setor da restauração nesta pandemia tem sido uma das nossas prioridades no último ano. Desde março de 2020 que investimos financeiramente num plano para ajudar os mais de 6000 restaurantes e comerciantes – e as milhares de pessoas que dependem deles para trabalhar – continuando a garantir um serviço de entrega aos consumidores. O nosso foco é aumentar o volume de negócios dos restaurantes e ajudar na sua adaptação ao delivery”, pode ler-se numa curta nota enviada aos meios de comunicação.

“As limitações impostas ao nosso modelo de negócio, incluindo à nossa taxa de serviço, vão forçar-nos a alterar a forma como operamos, prejudicando todos os que utilizam a nossa aplicação e que queremos apoiar. Estas medidas tornam o serviço menos acessível para os consumidores, o que limitará a procura dos restaurantes e consequentemente as oportunidades dos milhares de pessoas que fazem entregas com a nossa aplicação. Vamos agora analisar as alterações necessárias, procurando minimizar o impacto negativo que esta alteração terá para todos neste novo confinamento”, conclui a plataforma.

Resta saber que alterações serão essas, mas podemos especular que o serviço poderá limitar, por exemplo, as zonas de entrega ou os restaurantes que surgem como disponíveis na plataforma.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,784FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Queixas relacionadas com serviços de entrega de refeições ao domicílio disparam 190%

O que é perfeitamente normal, tendo em conta o elevado volume de encomendas registadas nas plataformas de delivery.

Novo confinamento. Supermercados passam a fechar às 17h aos fins de semana

O Governo apertou as medidas de confinamento, mas continua sem fechar as escolas.

O novo confinamento traz de volta Como é que o Bicho Mexe

Fechados em casa? Bruno Nogueira ajuda-nos a ultrapassar esta fase.

Rede Expressos ajusta oferta devido ao novo confinamento

Se for o caso, devem fazer a respetiva revalidação (sem custos) para uma nova data.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Microfone Trust GXT 259 Rudox

Qualidade, versatilidade e conforto são as palavras de ordem na nova aposta da Trust para o mercado dos podcasts e streaming.

Começar a vender na Amazon em 2021: Dicas para iniciantes

A Amazon é um marketplace global que permite envios de e-commerce para produtos novos e usados, tendo, atualmente, mais de um milhão de vendedores ativos.

Cancelados os concertos dos Mono em Portugal

A informação consta do site da promotora Amplificasom.