Trotinetes partilhadas já chegaram ao Porto

Existem 210 pontos de partilha criados em toda a cidade para parquear um total de 2.100 velocípedes ou equiparados.

Trotinetes partilhadas
- Publicidade -

Depois de concelhos como Gaia, Maia, Gondomar ou Matosinhos, chegou finalmente a hora da cidade do Porto contar com trotinetes partilhadas.

A informação foi avançada pela Câmara Municipal da cidade no passado dia 1 de junho, referindo que a Bird, Circ e Hive são as empresas que poderão colocar ali as suas trotinetes a funcionar.

De momento, somente as trotinetes da Hive (agora Free Now) deverão estar em funcionamento. No que toca às trotinetes da Bird, já as avistámos há uns dias em Lisboa, pelo que já estão em funcionamento. No Porto, o serviço ainda não está disponível, mas tal deverá acontecer ainda este mês.

O mais curioso, porém, é a autarquia do Porto mencionar a Circ. Recorde-se que a empresa da micromobilidade foi adquirida pela Bird, o que podia significar a extinção deste serviço, integrando os modelos existentes na frota da Bird. Mas parece não ser o caso.

No entanto, também a app não funciona de momento. Para utilizarmos o serviço, é necessário verificar a nossa conta. E seja via Facebook ou através do número de telemóvel, dá-nos sempre o mesmo erro: problemas com a ligação à Internet. Por outras palavras, é o mesmo que dizer que o serviço encontra-se inativo de momento.

Em todo o caso, os portuenses podem sempre aproveitar para experimentar as trotinetes da Free Now enquanto as das concorrentes não ficam disponíveis.

Existem 210 pontos de partilha criados em toda a cidade para parquear um total de 2.100 velocípedes ou equiparados. No Porto, não haverá trotinetas e bicicletas em regime de partilha durante a noite, sendo obrigatória a recolha obrigatória dos veículos entre as 22h e as 6h da manhã (esta obrigatoriedade levou a que a Lime não estivesse interessada em ter trotinetes na cidade). Já a circulação está impedida nas zonas pedonais, devendo sim ser efetuada em ciclovias ou nas faixas de rodagem.

A autarquia prevê penalizações, a pagar pelo operador, caso as viaturas mal parqueadas estejam a interferir na mobilidade de automóveis ou peões e não sejam rapidamente recolhidas. Hive, Bird e Circ têm licenças válidas durante cinco anos para operarem na cidade.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Câmara do Porto promove 24 miradouros da cidade em novo vídeo

São muitas panorâmicas para contemplar a cidade.

O Melhor Croissant da Minha Rua abre este mês a primeira loja no Porto

E abre ainda mais dois espaços, um em Lisboa (Alameda) e outro em Sintra.

Mercadona abriu terceiro supermercado no Porto

E a próxima abertura acontece já a 27 de julho, na cidade de Espinho.

Stay Hotels abre hotel junto ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro

Ideal tanto para quem viaja em negócios ou em lazer.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Estafetas manipulam GPS para ganharem vantagem nas plataformas de delivery

A Uber sabe disso e já começou a avisar quem está a "jogar sujo".

Crítica – Evangelion: 3.0+1.01 Thrice Upon a Time

Evangelion: 3.0+1.01 Thrice Upon a Time chega finalmente ao ocidente através da Amazon Prime, terminando a longa série anime, que marcou e traumatizou gerações, de forma vitoriosa e emocional.