Chegaram e conquistaram: trotinetes da Whoosh são cada vez mais utilizadas em Lisboa

- Publicidade -

Já foram percorridos cerca de 700 mil quilómetros desde o início da operação na capital portuguesa.

A Whoosh, marca tecnológica de micromobilidade partilhada, opera há cinco meses na cidade de Lisboa e revela agora que, desde o seu lançamento em julho, lisboetas e visitantes da cidade já assumiram as trotinetes elétricas da marca como o seu meio de transporte de eleição. No total, foram percorridos 693.307 km, o que corresponde a cerca de 127 viagens entre Lisboa e Nova Iorque.

Com a ajuda de tecnologia integrada em cada e-scooter e desenvolvido pela marca, a Whoosh analisou as rotas mais percorridas na cidade e concluiu que a maioria das vias utilizadas durante este período temporal foram, entre outras, localizadas na zona centro da cidade e vias situadas junto à frente ribeirinha.

A percentagem de viagens efetuadas para a realização de atividades diárias atinge um total de 75% (três em cada quatro viagens). De acordo com os dados analíticos da Whoosh, uma viagem demora, em média, cerca de 25 minutos. Ao nível de idade, aqueles que usufruíram de forma mais recorrente das trotinetes, situam-se na faixa etária dos 30 anos de idade.

Assim, este revela-se o meio de transporte preferencial no que se refere a deslocações realizadas para caminhos mais curtos, desde que a distância não exceda os 3-5 km.

Além disso, uma das mais-valias da utilização de trotinetes Whoosh é o facto de somente poderem ser estacionadas em parques, físicos e/ou virtuais, devidamente assinalados na app.

Para quem quer economizar custos, usando as trotinetes de forma regular, a Whoosh introduziu um pacote de assinaturas, no qual deixa de existir uma taxa de desbloqueio, permitindo assim uma tarifa mais baixa por minuto – 50% de todas as viagens fazem-se por assinatura. Fruto do sucesso desta solução, a empresa oferece uma assinatura anual, pacote que acabará por se rentabilizar após três a cinco viagens realizadas pelo utilizador.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes